Marcas de Perfumes – História e indicações

29nov07

Arquivo mais organizado no site

http://perfumesnaweb.com.br/marca.html

Aí vai

Boucheron A Boucheron foi inaugurada em 1858. Fréderic Boucheron, um joalheiro de 28 anos abriu sua primeira loja em Palais Royal, centro de Paris. Em 1893 Boucheron foi o primeiro joalheiro a abrir uma butique na Place Vendôme. Por mais de 140 anos, a Boucheron Paris criou as mais sofisticadas jóias, relógios e objetos de arte. Em 1998, a Boucheron lançou sua primeira fragrância, associando os frascos às formas de suas jóias.

Pérolas, diamantes, pedras preciosas, metais como o ouro e a prata inspiram frascos nos mais diversos formatos sofisticados de anéis, braceletes, relógios, afrescos. Eles enfeitam e abrigam as fragrâncias dos perfumes. O conceito de frascos-jóias se mistura com a história de butiques, relojoarias e joalheiras tradicionais, que passaram a fabricar suas próprias fragrâncias, principalmente a partir da década de 90.

A pérola inspirou Boucheron a criar Initial – Le Parfum Perle, Boucheron for Women já veio em formato de anel. O Boucheron Pour Homme foi inspirado no clássico relógio retangular da marca, Jaipür quis enfeitar a mulher com um bracelete e Saphir foi inspirada na safira azul de Kashemir.

No começo do século XXI o nome Boucheron está associado à luxuosidade e modernidade.
Burberry Em 1856 o jovem Thomas Burberry abriu sua primeira loja em Hampshire, a T. Burberry & Sons. Mais tarde, associado a uma tecelagem de algodão, Burberry inventou o gabardine, um casaco que se tornaria um padrão para os produtos do gênero. Feito à prova d’água e largo o suficiente para ser usado sobre costumes e vestidos, o Gabardine foi um grande sucesso devido a sensibilidade e criatividade de Thomas Burberry.

Em 1902, a Burberry registrava a marca Gabardine. A empresa também ficou famosa por produzir os capotes dos pilotos da RAF (Força Aérea Britânica) durante a 1ª Guerra Mundial. Os capotes da Burberry se tornaram clássicos e até hoje são moda em todo o mundo.

Em 2006 a Burberry comemorá 150 anos com lançamento de novos produtos.
Cacharel O estilista francês Jean-Louis-Henri-Bousquet Cacharel começou sua carreira como aprendiz de alfaiate. Hoje é um dos grandes nomes do mundo da moda internacional. Entre as contribuições de Cacharel destacam-se as camisas com estampas florais, saias-calças e minissaias com três pregas de cada lado.

No Brasil, Cacharel é praticamente sinônimo de um tipo de blusa de malha mais ajustada ao corpo e com gola rolê. Nos anos 70, Cacharel passou a utilizar em suas criações estampas inspiradas em padrões e tecelagens da África e do Oriente. Entre os produtos da Cacharel destacam-se Noa, Gloria, Amor Amor e Anaïs-Anaïs.
Calvin Klein Nascido em Nova York, Richard Calvin Klein formou-se no renomado Fashion Institute of Technology, em 1962. Inicialmente, Calvin Klein vendia suas roupas para lojas de departamentos, e foi em uma delas, a Bonwit Teller, que Calvin Klein recebeu sua primeira grande encomenda: um executivo o viu empurrando uma arara de roupas pelo corredor e, fascinado, fechou o negócio por US$ 50 mil.

Calvin Klein se aperfeiçoou na arte de confeccionar roupas masculinas, especialmente paletós, casacos e blazers. Logo, Calvin Klein fazia também roupas para as mulheres, e foi consagrado no primeiro time de estilistas de moda dos Estados Unidos do século XX, ao lado de Ralph Lauren e Donna Karan.

As linhas clássicas e suaves de Calvin Klein começaram a aparecer em coleções sportswear, com japonas, suéteres de gola rolê e calças estreitas. O midas Calvin Klein teve em cada lançamento um sucesso correspondente. Com a sobriedade como sua marca registrada, Calvin Klein caminhou para uma criação mais sofisticada, utilizando tecidos como a seda, o crepe, linhos e lãs, para criar roupas de linha alongada, de ombros estruturados, sempre respeitando os conceitos de harmonia de proporções. Com os jeans, Calvin Klein tornou-se um verdadeiro mito. Ter um ‘Calvin’ passou a ser um sonho mundial de consumo.

A partir dos anos 80, o estilista Calvin Klein decidiu inovar em suas campanhas publicitárias. Contratou um dos mais famosos fotógrafos do mundo, Richard Avedon e lançou uma campanha ousada com a então adolescente Brooke Shields. No anúncio do jeans da marca Calvin Klein, Shields aparecia ingênua e provocativa com o texto “Não há nada entre mim e meu Calvin”. O anúncio foi um escândalo, mas Calvin Klein aumentou seu faturamento em mais de US$ 160 milhões. Em 1985, nova polêmica. O fotógrafo Bruce Weber criou as fotos da campanha de lançamento do perfume Obsession com conteúdo homossexual. Vários jornais dos Estados Unidos recusaram a publicar o anúncio, mas Obsession também se transformaria num estrondoso sucesso.

A grife Calvin Klein se envolveu em outro escândalo no início dos anos 90. Calvin Klein usou o homófobo rapper Marky Mark como modelo para a campanha de seus produtos. Essas ações apenas reforçaram a marca Calvin Klein. Atualmente, suas roupas masculinas e femininas são copiadas em todo o mundo. A influência de Calvin Klein também está em sua linha de acessórios, na qual se destacam, além dos perfumes Eternity e Obsession, o Escape e o CK One.
Carolina Herrera Carolina Herrera (Carolina Pacanins Niño de Herrera Guevara) nasceu em Caracas, Venezuela, em 1939. A Venezuela radicada nos Estados Unidos fez parte das listas das mulheres mais bem vestidas do mundo, para depois tornar-se uma estilista de sucesso. Em 1980 ela fundou a sua própria empresa, a Carolina Herrera, e teve sucesso quase imediato.

Em abril de 1981, Carolina Herrera apresentou sua primeira coleção prêt-à-porter, com modelos que sobrepunham tecidos diferentes em comprimentos variados, e logo conquistou clientes importantes, entre as quais a ex-primeira dama Jacqueline Kennedy Onassis. Jackie Onassis encomendou a Carolina Herrera o vestido de casamento de sua filha Caroline, justamente os vestidos de noiva são um dos pontos fortes da grife que tem sua sede em Nova York.
Cartier Em 1847, surgia em Paris uma nova fábrica de jóias e bijuterias, fundada por Louis-François Cartier.

Cinqüenta anos mais tarde, Alfred, filho do fundador, levava a Maison Cartier, já com reconhecimento internacional, para a sede que ocupa até hoje, nas instalações luxuosas da Rue de la Paix. Com dois filhos de Alfred Cartier fazendo parte da casa, a joalheria trabalhava para diversas famílias reais da Europa da virada do século 19 para o século 20. Em 1902, a Cartier abria uma filial em Londres, e sete anos mais tarde chegava a Nova York.

Além dos artigos de extremo luxo que produz, esta joalheria tornou-se famosa igualmente pelos relógios de pulso que desenvolveu – em 1907, inclusive, a casa criou um pioneiro modelo de pulso encomendado por um amigo da família, o brasileiro Alberto Santos Dumont, que queria ter as mãos livres para trabalhar nos motores de suas aeronaves, o que o manuseio dos relógios de bolso da época não permitiam.
Dior Christian Dior nasceu em Granville, Normandia, na França. Inicialmente, um dos maiores mitos da moda no século XX, Christian Dior se interessou por ciências políticas e música. Só aos 30 anos Christian Dior se aproximou do mundo da moda ao desenhar croquis de modelos para jornais. Oito anos depois Christian Dior tornou-se assistente do famoso estilista Robert Piguet. Anos depois, Yves Saint Laurent seria o seu assistente.

Depois de trabalhar ao lado de Pierre Balmain na Maison de Lucien Lelong, Christian Dior decidiu criar sua própria grife, com o patrocínio do magnata Malcel Boussac.

Christian Dior trouxe de volta para o guarda-roupa feminino o terno masculino, numa coleção que levou o nome de Linha H, especialmente adequada para noite. No ano seguinte, ele lançou as linhas A e Y, com grandes golas e estolas gigantes.

Depois de sua morte, seu primeiro sucessor foi Yves Saint Laurent, que continuou o trabalho do mestre. Atento a todos os complementes que compunham a elegância feminina, Christian Dior havia criado, em 1953, um setor de calçados em sua Maison, convidando o estilista Roger Vivier para dirigi-lo.

Atualmente o inglês John Galliano é o responsável pelo estilo Christian Dior, marca que mantém o prestígio na moda feminina, moda masculina, acessórios, perfumaria, linhas de maquiagem e de produtos para a pele e o corpo.
Clarins A história da Clarins começou com Jacques Courtin-Clarins, um estudante francês de medicina. Jacques Courtin-Clarins se especializou em fisioterapia e em tratamento da circulação através de massagens. Clarins desenvolveu seus próprios óleos a partir de extratos de plantas. Ao trabalhar como fisioterapeuta, os pacientes de Clarins tiveram melhoras de condições médicas e também de aparência de pele.

Jacques Courtin-Clarins desenvolveu uma nova técnica de massagem, eficaz em melhorar a circulação do sangue e o sistema de drenagem linfática, essenciais à saúde geral e à saúde da pele.

A Clarins foi fundada em 1954 e seu sucesso foi crescendo ao longo do tempo. Em 1970, Jacques Courtin-Clarins assinou seu primeiro contrato para a distribuição fora da França. Dez anos depois, as primeiras subsidiárias da Clarins foram estabelecidas nos Estados Unidos. Hoje, o grupo Clarins agrega as marcas Thierry Mugler e Azzaro e são compostos de dezenove subsidiárias em 150 países.

Clinique Clinique Laboratories, Inc. é uma das marcas mundiais , líder em cosméticos. Após o seu lançamento em 1968, Clinique ganhou notoriedade mundial. Todos os produtos Clinique são testados, 100% sem perfume e fabricados com a aprovação de dermatologistas.

A filosofia de Clinique consiste em responder às necessidades específicas de cada tipo de pele. Isto porque o programa “Beleza em 3 Tempos”, tornou-se um sucesso. Para Clinique a beleza da pele começa com os 03 passos que se adequam a todas as peles e em qualquer idade. O sabonete para a limpeza, a loção tônica que proporciona uma pequena esfoliação e uma emulsão hidratante que reequilibra a pele.

Davidoff A marca Davidoff ficou mundialmente conhecida por introduzir conceitos revolucionários na produção de tabacos. Seu fundador, Zino Davidoff, nasceu em 1906 em Kiev, Ucrânia e imigrou para a Suíça quando criança. Seu pai abriu uma tabacaria em Genebra onde o filho aprendeu a arte dos charutos e cigarros. Um dos clientes da loja era Vladimir Lênin.

Após deixar os estudos em 1924 Davidoff se dedicou a aprender tudo sobre o tabaco. Esteve na Argentina, Cuba e Brasil para ver todo o processo de produção. A Davidoff se expandiu rapidamente para outros segmentos de luxo como charutos, óculos, conhaques, artigos de couro e perfumes, tornando-se conhecida mundialmente com fragrâncias únicas como o Cool WaterEau de Toilette e o Echo Eau de Parfum.

Ferrari A Ferrari é a mais famosa escuderia da Fórmula 1.

A escuderia de Enzo Ferrari tem o charme único. Fundada em 1929 é a única equipe que participou de todos os mundiais de F1. Na época, a principal rival da equipe era a Alfa Romeo, hoje pertencente ao grupo Fiat, assim como a Ferrari. Grandes carros e pilotos da história passaram pela escuderia mais charmosa da Fórmula 1.

O primeiro carro de F1 da equipe foi o 125-125, pilotado pelo lendário piloto italiano Alberto Ascari, em 1950. Em 1961, o Modelo 156-F1 deu o primeiro campeonato de construtores para a escuderia. Depois dele, os Modelos 512-F1, 312-Ts, e 126-C também alcançaram o título para Enzo. O fundador da Ferrari comandou a escuderia desde o início até o ano de sua morte, em 1988.

A Ferrari não ficou restrita à Fórmula 1. Você também pode ter o prestígio da marca com o perfume Ferrari Black Masculino ou outros produtos da marca Ferrari como o Ferrari Number One, Ferrari Passion Ferrari Racing e Ferrari Rossa Eau de Toilette.

Gabriela Sabatini Gabriela Sabatini nasceu em 16 de maio de 1970, em Buenos Aires, na Argentina.

Começou sua carreira profissional em 01 de janeiro de 1985 e retirou-se 11 anos depois, em outubro de 1996.

Obteve cerca de 900 vitórias e é até hoje considerada a mais jovem semi-finalista no Roland Garros. Venceu, entre outros títulos, a Medalha de Bronze nos Jogos Olímpicos de Seul em 1988.

Em 1994, Gabriela Sabatini e o laboratório Muelhens (o mesmo da colônia alemã 4711) desenvolvem a primeira fragrância com o nome da tenista, o Gabriela Sabatini, traduzindo todo o seu estilo de vida e expressando suas idéias. O desenho da caixa, simboliza o movimento ondulado de uma raquete de tênis e representa força e dinamismo.

Em 2006, no Dia Internacional da Mulher, a ex-tenista argentina recebeu o troféu mundial \Mulher e Desporto 2006\” pelo Comitê Olímpico Internacional e pelo Bureau Internacional do Trabalho (BIT), em Genebra.


Versace Gianni Versace começou a trabalhar na loja de sua mãe na Calábria, Itália. Ela vendia as roupas que o jovem Versace desenhava. Sua carreira ganhou impulso aos 25 anos, quando recebeu uma encomenda de uma confecção para criar uma coleção a ser produzida em Milão. Os compradores ficaram admirados com o talento de Versace e logo ele teria mais e mais clientes.

Com o sucesso Versace se mudou para Milão para criar moda sob encomenda para outras empresas. Gianni e Santo, seu irmão, começaram a organizar a Versace. Em 1978 finalmente era apresentada a primeira coleção feminina com a marca Versace na Galeria de Arte Permanente de Milão. Meses depois, os irmãos Versace apresentariam suas roupas masculinas, em seu próprio showroom.

Com a ajuda de Santo e Donatella, também sua irmão, Gianni Versace criou o seu império da moda. Novas linhas foram criadas como Instante, Versus e Versace Jeans Couture. Celebridades do porte de Madonna, Michael Jackson tornaram-se clientes da casa e a princesa Diana virou amiga do estilista.

Sem Gianni, Santo e Donatella continuaram firmes no controle dos negócios, ele na parte administrativa e ela como diretora de criação. Novas linhas de maquiagem foram criadas e novos produtos lançados. Sempre com o estilo que deu fama à marca.

Giorgio Armani No circuito internacional da moda Giorgio Armani é conhecido como o imperador de Milão. Armani é uma das marcas com mais força e estilo na atualidade e seu criador, Giorgio Armani, é um dos maiores estilistas de todos os tempos.

Giorgio Armani conheceu o trabalho de grandes estilistas em sua juventude, especialmente os estilistas franceses. Nesta época, Giorgio Armani cuidava da coleção masculina Hitman. Armani percebeu a distância entre as mercadorias que estavam nas lojas e o que as pessoas gostariam de comprar. Decidiu então bolar uma campanha publicitária original para a Hitman que logo se tornaria um clássico. Armani decidiu criar um conceito ao invés apenas de mostrar os produtos. No anúncio com a participação do polêmico fotógrafo Oliviero Toscani, aparecia apenas o rosto de um homem encoberto pelos seus cabelos compridos.

Armani mudou-se para a Nino Cerruti e ali permaneceu por oito anos. Na Cerruti, Giorgio Armani aprendeu a desenhar moda e conheceu Sergio Galeotti. Esta parceria resultou num dos maiores conglomerados de moda do mundo, a Armani.

Depois de ter deixado a casa Cerruti e de ter trabalhado como consultor independente de moda, Giorgio Armani tornou-se grife em 1975. Atualmente, a grife do imperador de Milão está no Brasil e em diversos países. O nome Giorgio Armani aparece em sua principal linha de roupas impecáveis para homens e mulheres, a Black Label. Enquanto a marca Emporio Armani é uma linha voltada para uma moda mais informal.

Giorgio Armani também lançou peças para casa, uma linha banho e perfumes.

Givenchy Givenchy é um nome fundamental para a elegância do século 20. Hubert-James Marcel-Taffin Givenchy nasceu na cidade francesa de Bauvais. Admirador do estilista Balenciaga, aos 17 anos Givenchy mudou-se para Paris levando uma pasta cheia de desenhos.

Givenchy trabalhou nas casas de Fath, Robert Piguet, Lucien Lelong e Elsa Schiaparelli. Givenchy abriu sua própria coleção em 1952. O reconhecimento foi quase imediato.

Muitas roupas de Givenchy eram feitas com tecido de camisaria e a blusa Bettina (homenagem à modelo Bettina Graziani), uma criação que foi sucesso em todo o mundo. A blusa tinha a gola larga e aberta, e mangas que terminavam em babados de bordado inglês. Com este sucesso a fama de Givenchy se consolidou, sempre utilizando roupas luxuosas e com estilo, uma nítida influência de Balenciaga. Givenchy jamais negou o quanto o trabalho de Balenciaga o inspirava. Balenciaga e Givenchy se conheceram em 1953 e foram amigos até a morte do estilista espanhol em 1972.

Givenchy tem o seu nome ligado ao cinema mais do que qualquer outro estilista. Ele vestiu Audrey Hepburn em vários filmes. O primeiro deles foi Sabrina (1957), no qual a atriz seduz Humphrey Bogart usando um irrepreensível vestido de noite bordado.

O estilista francês se despediu das passarelas em 1995 com um desfile para poucos. Foram convidados apenas amigos pessoais, estilistas e principais clientes. A marca Givenchy continua a todo o vapor. Os destaques são os produtos: Amarige, Amarige d’Amour, Eau d’Amour Pour Mamans, Eau Torride Eau de Toilette, Hot Couture, Organza Eau de Parfum, Organza First Light e So Givenchy.

Dolce & Gabbana Quem são Dolce e Gabbana? A famosa dupla de estilistas italiana se formou em 1985 e é formada pelo siciliano Domenico Dolce e pelo milanês Steffano Gabbana. Romeo Gigli, outro nome italiano consagrado, é ídolo e referência para os dois estilistas de sucesso internacional.

As primeiras roupas a saírem do ateliê de Dolce e Gabana tiveram como público os homens. As coleções de estréia traziam desenhos de perfil másculo, de ombros estreitos, gola e abotoamento altos, calças justas e blusões de couro em profusão. Nos anos 90, Dolce e Gabana lançaram uma camiseta masculina que virou moda e foi copiada em todo o mundo: ela era colada ao corpo, em tecido transparente, com costuras bem delineadas.

Quando começaram a criar moda feminina, o mesmo estilo irreverente de Dolce e Gabana se manteve e conquistou a popstar Madonna. A D&G é a nova marca de Dolce & Gabbana, mais informal e de custo mais acessível. Os produtos de Dolce & Gabana são presentes ideais para surpreender. Destacam-se o By D&G Eau de Parfum, D&G Feminine Eau de Toilette, Dolce & Gabbana Eau de Toilette, Light Blue Eau de Toilette e o Sicily Eau de Parfum.

Gucci Quando a chapelaria da família faliu, em 1906, Guccio Gucci decidiu abrir uma selaria em Florença, Itália, negócio que tinha tudo para ser próspero em uma época em que os cavalos eram o meio básico de transporte. Com o passar do tempo, e o advento do automóvel, a produção de selas foi deixando de ser uma atividade rentável, e os Gucci perceberam que, mais uma vez, era hora de diversificar sua produção.

Assim, em 1925, seu nome começava a aparecer em uma bolsa tipo saco, que fez muito sucesso. E em 1932 nascia o produto que viria a ser a marca registrada da grife, o sapato mocassim, que tinha sobre sua gáspea um símbolo dos velhos tempos da selaria – uma espécie de freio de cavalo.

Nos anos 60, Gucci passou a ser uma referência mundial para artigos de couro, mas aos poucos foi caindo no esquecimento, com o aparecimento de novas marcas. Mas nos anos 80, afinal, a empresa começou a preparar sua volta por cima.

A primeira providência foi a contratação, como sua diretora de criação da especialista em moda, Dawn Mello. Sob sua orientação, a marca iniciou um resgate de seus antigos sucessos, tendo como carro-chefe exatamente o mocassim, sem esquecer bolsas e cintos, sempre dando destaque às ferragens que, além do bridão, também reproduziam os dois Gs do nome do fundador da marca.

Foi de Dawn Mello, também, a idéia de trazer para a Gucci o estilista texano Tom Ford, formado pela Parsons School of Design, dos Estados Unidos.

Durante cinco anos, Ford trabalhou nos bastidores da empresa, adaptando-se ao estilo da casa, antes de aparecer como o grande revitalizador da marca, que atualmente é um dos maiores sucessos internacionais de moda. Ganhador, em 1995, do prêmio do Council of Fashion Designers of America, Tom Ford e seu estilo têm conseguido colocar o nome Gucci entre os preferidos de todo o mundo.

Guerlain A história da grife Guerlain começa em 1828, quando Pierre François Pascal Guerlain, médico e químico, abriu sua primeira loja na Rue de Rivoli, em Paris. A Guerlain é especialista na arte de criar fragrâncias e produtos de beleza, filosofia da marca até hoje.

A riqueza de detalhes é sinônimo de Guerlain, a escolha das matérias primas da mais alta qualidade e tenacidade perfeita nas fragrâncias. Os frascos da Guerlain são criados como obras de arte, pois possuem um designer exclusivo. As elegantes embalagens possuem sempre o logotipo da marca, o famoso duplo G.

Guerlain fundou o primeiro instituto de beleza da França em 1939. Atualmente a empresa desenvolve produtos de tratamento e maquiagem com tecnologia de ponta.

Guerlain criou mais de 700 fragrâncias. Metade delas foi comercializada ao longo das cinco gerações de sua família. Em cada geração da família Guerlain nasceu um \nez\”, ou nariz, artista criador dos perfumes que combina as essências, como um compositor trabalha com as notas para criar uma música. Jacques Guerlain criou Shalimar, a fragrância feminina mais vendida de Guerlain no mundo e o seu neto, Jean Paul Guerlain, desenvolveu todas as outras fragrâncias comercializadas no Brasil, como Samsara e Vetiver.


Guy Laroche Guy Laroche nasceu e foi criado em La Rochelle, França. Guy Laroche começou sua carreira na moda trabalhando numa chapelaria, em Paris, ocupação muito comum na Europa de antes da 2ª Guerra Mundial.

O conflito mundial mudou a vida dos franceses. Guy Laroche decidiu emigrar para os Estados Unidos. Em Nova York, exerceu sua profissão de chapeleiro numa casa da Sétima Avenida.

Ao voltar a Paris, Guy Laroche foi contratado por Jean Dessés, estilista nascido no Egito, que se especializou na criação de vestidos suntuosos, com inspiração nos trajes de seu próprio país e nos trajes gregos, que eram muito procurados por estrelas de cinema e pelos nobres europeus.

A parceria de Guy Laroche e Jean Dessés durou oito anos. Em 1957, Guy Laroche abriu seu próprio ateliê produzindo coleções de alta costura. Na década de 1960, Laroche passou a produzir também coleções de prêt-à-porter. As roupas de Laroche fizeram sucesso e até hoje sua Maison mantém uma produção sofisticada, com lojas em vários países.

Hermes Em 1837, o seleiro Thierry Hermés abriu sua loja em Paris. O estabelecimento que vendia cintos de couro com portas-moeda, botas e luvas fez muito sucesso na cidade. Um século mais tarde, um dos descendentes do fundador, Émile Hermés, passou a vender nessa mesma loja também roupas feitas com couro, que igualmente foram um sucesso na França.

Atualmente a marca Hermés é sinônimo de elegância e sofisticação em todo o mundo todo. São marcas da Hermés os artigos de couro, as roupas bem cortadas, os lenços e echarpes com estampas cujos temas incluem cavalos, escudos reais e índios. Depois que a princesa de Mônaco Grace Kelly apareceu em público com uma das echarpes, servindo como uma tipóia para um braço quebrado, elas entraram na moda.

A casa Hermés também deve a Grace Kelly a fama internacional de sua bolsa de couro. A bolsa de couro Grace Kelly foi criada em 1935 e tinha um formato que lembrava um trapézio e a alça curta. O nome foi uma homenagem da Hermés à princesa de Mônaco porque ela jamais se separava da sua bolsa da Hermés.

Destacam-se os perfumes da Hermés: 24 Faubourg, Hiris, Caléche, Eau d’ Orange Verte e Rocabar.

Issey Miyake Um dos um dos maiores responsáveis pela influência oriental na moda de todo o mundo nasceu em Hiroshima. Depois de concluir sua formação acadêmica em Tóquio, Issey Miyake mudou-se para Paris em 1964 para estudar moda.

Issey Miyake trabalhou com as grifes Guy Laroche, para a qual passou a desenhar e Givenchy, onde ficou pouco tempo. Em 1968, mudou-se para Nova York para trabalhar com Geoffrey Beene. Nos Estados Unidos, Issey Miyake se influenciou pela moda das ruas: jeans, camisetas e também pelas combinações de roupas usadas.

Em 1971, Issey Miyake realizou seu primeiro desfile, mas não chegou a impressionar o exigente mundo da moda norte-americana. Dois anos mais tarde, o sucesso em Paris. Miyake começou a despontar quando mostrou seu estilo baseado em roupas superpostas com peças que envolviam o corpo feminino com leveza, conforto e estilo.

A consagração definitiva para Issey Miyake aconteceria em 1977. Quando personalidades passaram a usar o estilo que mesclava a influência japonesa com a moda ocidental. Em 1986, a importante revista semanal de informação Time, dos EUA, colocou-o na capa de uma de suas edições do mês de janeiro, dando-lhe o título de Mestre de Estilo.

O estilista japonês passou integrar uma das mais fortes escolas de tendências de moda do Japão do século 20, roupas que têm de se beneficiar de toda a tecnologia disponível utilizando como base a tradição.

Jean Paul Gaultier Na infância Jean Paul Gaultier preferia vestir, pentear e maquiar seu ursinho de estimação do que participar de um jogo de futebol entre seus amigos.

Karl Lagerfeld Karl Lagerfeld, comandante da Maison Chanel e um dos mais importantes estilistas do mundo, usa sempre os cabelos presos num rabo-de-cavalo, óculos escuros, um enorme leque e se veste sempre de preto. Esta é a sua marca registrada.

Nascido na cidade de Hamburgo, na Alemanha, Karl Lagerfeld se mudou aos 14 anos para Paris. Três anos depois ganhou um concurso de modelos promovido pelo International Wool Secretariat.

Karl Lagerfeld foi contratado pela casa Balmain, que colocou a peça vencedora em linha de produção. Três anos mais tarde, passou para a casa Patou. Em 1964 decidiu não queria mais trabalhar com moda e foi estudar história da arte na Itália. Felizmente a sua decisão durou apenas um ano.

Decidido a retornar, Karl Lagerfeld colaborou para as marcas Chloé, Krizia e para a grife de calçados Charles Jourdan.

Em 1967, passou a fazer parte da casa italiana Fendi, como estilista consultor. Fendi, consagrado nome de criações com peles, teve em Lagerfeld um colaborador precioso. Inovador, ele começou a utilizar matérias-primas que até então jamais haviam feito parte dos hábitos da empresa.

Em 1983, Karl Lagerfeld alcançou um dos postos mais cobiçados do mundo da moda, a direção de criação da casa Chanel. A notícia espantou, a princípio, os que faziam parte desse mundo: entre o estilo atrevido de Lagerfeld e o estilo discreto e refinado de Chanel eram muito distintos. Mesmo assim, o estilista alemão começou a criar desfiles de impacto, como o que colocou roupas feitas em jeans na passarela.

O estilista se envolveu na polêmica censura do filme de Robert Altman na Alemanha. Karl Lagerfeld foi retratado em \Prêt-à-Porter\” como um plagiador e entrou com o pedido de proibição da película em solo alemão.

Karl Lagerfeld continua a desenhar para Chloé, além de Chanel, e assina também uma linha de acessórios e perfumaria. Os perfumes Karl Lagerfeld fazem muito sucesso junto às suas compradoras.


Kenzo Kenzo Takada nasceu em Kioto, no Japão. Depois de estudar arte, Kenzo começou a trabalhar desenhando moldes para uma revista de moda de Tóquio. Em 1964 mudou-se para Paris, criando coleções sob encomenda para outras marcas e vendendo moldes para o estilista Louis Féraud. Com menos de 21 anos Kenzo conquistou a França com um conceito inteiramente novo de moda: a recriação da figura humana de um modo até então não tentado, com novos volumes e proporções.

Em 1970 abriu sua primeira loja, a Jungle Jap. Nela eram vendidas (muitas) roupas feitas de algodão. Em apenas dois anos, Kenzo já era um nome famoso. Sua fama veio pela ousadia dos modelos e maestria na combinação de estampas, cores e sobreposições de peças. As cores eram usadas em tons soturnos ou aos extremos, como nas maquiagens do teatro japonês Kabuki.

O estilo das roupas orientais estava presente em batas e calças largas, as inovações de Kenzo Takada chegaram também à malharia, o que lhe deu um lugar garantido entre os mais conceituados estilistas de prêt-à-porter. Conciliando com grande bom gosto as tendências de moda do Oriente com as do Ocidente, Kenzo se firmou no cenário internacional da moda e abriu caminho para toda uma geração de criadores japoneses, também consagrados nos últimos anos.

Lancôme Armand Petitjean, perfumista e cosmético, dedicou a sua vida a um sonho: oferecer à mulher o que há de melhor.

A paixão pelos perfumes inspirou Armand. Aluno de François Coty, o pai da perfumaria de luxo do século XX, Armand Petitjean lançou, em 1935, a marca Lancôme com cinco grandes perfumes.

No ano seguinte foi lançado o creme Nutrix, onde a fórmula, imutável até hoje, é à base de um sérum natural, com qualidades nutritivas e regenerativas. Mais tarde, em 1955, a Lancôme lança a linha Océane, com um conceito totalmente atual: a sua fórmula contem água do mar muito pura, enriquecido com algas e oligo-elementos. O sucesso destas inovações deve-se em grande parte aos \técnicos\” que saem da escola Lancôme e que levam a mensagem da marca pelo mundo inteiro.

Lancôme tem pela mulher um amor sensual. Para ela foi criado o mais delicioso dos batons, Rose de France, um batom rosa, o primeiro batom rosa perfumado de rosa búlgara natural.

Os produtos de Lancôme (perfumes, produtos de maquiagem, tratamento e corpo e banho) refletem o conceito que a beleza de amanhã será viva, generosa e plural.


Paco Rabanne Paco Rabanne é um nome conhecido em todo o mundo. Poucas sabem que as guerras mudaram a vida do estilista. Francisco de Rabaneda Cuervo, seu nome verdadeiro, nasceu em 1936 na cidade de San Sebastian, no País Basca. A Guerra Civil Espanhola mudou os planos dos Cuervo. O pai de Paco Rabanne era um general e sua mãe uma das fundadoras do Partido Comunista da Espanha. A mãe do futuro estilista também era costureira-chefe da filial local da casa Balenciaga.

Devido à Guerra, em 1936, toda a família Cuervo se mudou para a França. O pequeno Paco tinha apenas dois anos. Rabanne estudou arquitetura na Escola de Belas Artes de Paris durante 12 anos. Neste período começou a nascer a vocação para o estilismo de roupas. Os colegas de curso de Paco Rabanne achavam que os edifícios que projetava pareciam-se com vestimentas.

A estréia de Paco Rabanne no mundo da moda foi com inovadores bijuteriase e botões de plástico que criava e vendia para maisons como as de Dior, Givenchy e também Balenciaga. Depois, vieram os bordados, que revolucionavam o que existia na época, com seus desenhos geométricos, sapatos, que desenhou para Charles Jourdan, e gravatas, desenvolvidas para Pierre Cardin.

Somente em 1965 Paco Rabanne iria criar seu primeiro vestido. Como sempre, inovou. Paco Rabanne fez um vestido de plástico. Rabanne utilizou diversos materiais para confeccionar roupas como metal, papel com fita adesiva no lugar das costuras e até alicate no lugar da agulha de costura.

Logo surgiram os críticos diante de tanta inovação. Coco Chanel o chamou de metalúrgico, criticando as desconfortáveis criações do estilista basco. A resposta de Paco Rabanne era que as mulheres devem vestir roupas cômodas, mas para conquistar um homem, não deve haver limites para o sacrifício.

Sua originalidade e elegância atraiu celebridades como a atriz Audrey Hepburn e a cantora Françoise Hardy. Assim como muitos nomes consagrados do mundo da moda.

A inovação também está presente em seus perfumes. Seu primeiro lançamento, Calandre, lançado em 1969, chamou a atenção por utilizar o chipre como nota básica, enquanto a moda eram as essências cítricas. Logo, vieram sucessos como o Métal, La Nuit, Sport e XS.

Ralph Lauren Quando terminou o curso de segundo grau, em 1957, Ralph Lifshitz escreveu no anuário de sua turma, no De Witt Clinton High School, de Nova York, o que ele gostaria de ser na vida: milionário. Ele conseguiu realizar seu desejo, e em pouco mais de duas décadas juntou seu primeiro milhão de dólares.

E foi como Ralph Lauren que ele se tornou um dos mais importantes estilistas do século 20, conhecido, aplaudido, comprado e copiado em todo o mundo.

A sofisticação, na verdade, sempre fora a sua meta. Desde adolescente, ele admirava a elegância natural do duque de Windsor, dos atores Cary Grant e Fred Astaire e da atriz Greta Garbo, gente que não precisava exibir etiquetas para se destacar. E quando viu que as portas do mundo da moda se abriam para ele, decidiu que suas roupas seriam, antes de tudo, sofisticadas.

Os anos 70, de fato, deram início a uma avalanche da grife Ralph Lauren, que passou a existir ao lado da Polo, com o lançamento de roupas infantis, perfumes, acessórios e, principalmente, sua home collection, linha de artigos para casa, de móveis antigos a lençóis, de delicados objetos de porcelana a preciosos tapetes orientais – tudo arrumado, nas lojas, de maneira tão elegante e ao mesmo tempo tão casual, que se tem a impressão de se estar numa casa cujo dono está bem ali, na sala ou no quarto ao lado.

Das roupas à decoração de interiores, na verdade, a assinatura de Ralph Lauren sempre garante, mais do que moda, um estilo de vida.

Rochas Marcel Rochas tinha apenas 22 anos quando decidiu abrir sua maison em 1925. Seu temperamento visionário e sua impertinente juventude o fizeram um homem plenamente participante nas mudanças sócio-culturais da época. Qualquer acontecimento lhe inspira: do surgimento de novas modalidades esportivas ao progresso da aeronáutica. Marcel Rochas marca a moda de seu tempo. Suas criações são ornadas com impressões gráficas e flores. Sem cultivar apenas o clássico, ele vai sempre adiante, obcecado pela perfeição. Marcel Rochas exprime então a essência de seu estilo, transformando a silhueta feminina em curvas sinuosas, radicalmente novas, mostrando todo o frescor e elegância do corpo.

Em 1944, ele conhece sua futura esposa, Hélène, uma jovem modelo de 18 anos. De personalidade graciosa, Hélène conquista a maison Rochas e o coração de Marcel. Ele lhe dedica seu primeiro grande perfume, \Femme\”, como um presente de casamento. Esse frutal chipré raro apresenta-se em frasco em formato de ânfora coberto com um véu de renda Chantilly negra, é sucesso imediato.

Marcel Rochas apresenta pessoalmente suas coleções e inaugura uma sucursal em New York. Figura emblemática, de extrema elegância, personagem ativo da cena cultural do pós guerra, Marcel Rochas revive o brilho das grandes festas parisienses. Qualquer lançamento da maison, é para ele, um pretexto para a realização de um evento: um baile, uma recepção, uma exposição. Em 1953, no auge de sua carreira, Marcel Rochas decide fechar sua maison de alta costura, determinado a dedicar seus últimos anos à concepção de novas fragrâncias.

Com sua morte em 1955, Hélène Rochas assume a empresa com maestria, tornando-se a mulher mais jovem na presidência de uma grande empresa da França. Ela é a responsável pela criação de uma fragrância que seria um clássico até os dias de hoje, batizada \”Madame Rochas\”. Este perfume à base de flores brancas, simboliza a nova essência da maison
Paul Smith A carreira de Paul Smith começou por acaso. Aos 18 anos seu pai o levou para trabalhar numa fábrica de roupas. Paul Smith gostou tanto que seis anos depois, em 1970, ele abriria a sua primeira loja em Nottingham, sua cidade natal. Até então, a pequena loja de Paul Smith era única do interior da Inglaterra a vender roupas de estilistas internacionais.

Com o sucesso, Paul Smith abriria nove anos depois a sua loja de roupas masculinas em Londres em grande estilo, um estabelecimento na Covent Garden. A partir daí, o estilista conquistou rapidamente uma posição de destaque na moda de vanguarda internacional.

Mick Jagger, David Bowie e George Michael exibiam suas ousadas e elegantes criações. Paul Smith é creditado pela quebra da hegemonia dos dois botões nos paletós masculinos.

Ao notar que grande parte de suas roupas era comprada por mulheres, Paul Smith decidiu criar uma linha feminina. Paul atribuía o seu sucesso ao talento de sua esposa, Pauline Denyer, professora de desenho.

Com o sucesso da linha feminina, Paul Smith partiu para a criação de linhas infantis, esportivas e acessórios. Sempre com muito estilo.

Thierry Mugler Thierry Mugler nasceu em Estrassburgo, na França. Quando era adolescente criava seus próprios modelos. Antes de se tornar um criador de moda, Thierry Mugler integrou um grupo de balé, foi vitrinista de uma loja em Paris e viajou muito pela Inglaterra e pela Holanda.

Quando Thierry Mugler voltou à França em 1971, ele desenhou sua primeira coleção, mas só dois anos mais tarde é que assinou suas criações, que sempre se destacaram pela ousadia, pela sensualidade e pelas propostas divertidas.

Nos anos 80, ele teve como sua consumidora mais famosa, e até mesmo sua inspiradora, ninguém menos do que Ivanna Trump, então casada com o empreendedor imobiliário e multimilionário Donald Trump. Nas criações de Thierry Mugler, um ponto de destaque em seus modelos é o apuro de sua execução.

Nos anos 90, criou um perfume que logo ficou célebre e é sucesso no mundo todo, Angel. Hoje em dia, a empresa Clarins é a detentora da marca.

Paloma Picasso Filha de Françoise Gilot e Pablo Picasso, o maior artista plástico do século 20, Paloma Picasso se consagrou ao criar peças exóticas de grande beleza, que encantaram o estilista Yves Saint Laurent. Em 1969, Yves Saint Laurent mostrou suas coleções com jóias criadas por Paloma.

Paloma Picasso nasceu em Paris e estudou na Universidade de Nanterre. A filha de Picasso criou figurinos para o teatro e estudou as técnicas do desenho de jóias.

Nos anos 80 Paloma Picasso criou sua primeira coleção utilizando pedras preciosas e semipreciosas, desenhadas com exclusividade para a célebre joalheria Tiffany, dos Estados Unidos. Paloma Picasso esteve no Brasil, participando da inauguração da primeira loja Tiffany do país em São Paulo.

Salvador Dali Salvador Dalí foi muito mais que um grande artista. Salvador Domenec Felip Jacint Dalí Domenech nasceu em Figueres na Catalunha, em 11 de Maio de 1904 e morreu na mesma cidade em 1989.

O pintor catalão é mais conhecido por seu trabalho surrealista. Sua marca registrada é a combinação de imagens bizarras com uma pintura de qualidade. Sua técnica consistia em unir a imaginação com a realidade, as influências renascentistas com os sonhos.

Sua figura de bigodes grandes e arrebitados é um dos grandes ícones do Século XX. Salvador Dalí esteve na Escola de Desenho Municipal, onde iniciou a sua educação artística formal. Em 1916, durante umas férias de verão em Cadaques, passadas com a família de Ramon Pichot, descobriu a pintura moderna.

A partir de 1927, Dali foi atraído pelo Surrealismo, movimento que se iniciou em Paris e tinha bastante influencia nas teorias de Freud. Dali criava obras ditadas pelo inconsciente através dos sonhos, com a escrita automática para se libertar da racionalidade. Dois anos depois, Salvador Dali ingressava no grupo surrealista com auxílio de Gala, a mulher que seria não só a sua amante e esposa, mas também a sua musa inspiradora.

Apesar de Gala ter salvo Dalí de uma grave crise mental, ela o incentivou a comercializar em excesso sua arte, banalizando-a. Mesmo assim, Dalí cultuava Gala como uma deusa. Suas melhores obras estão no período de 1929-39, usando um método crítico-paranóico que ele mesmo imaginou.

Ted Lapidus Ted Lapidus nasceu em Paris. Filho de alfaiate, ele estudou engenharia técnica em Tóquio, no Japão. Ted Lapidus abriu sua primeira loja na capital francesa no começo dos anos 50, onde vendia roupas desenhadas com grande apuro técnico.

Uma das peças de maior sucesso de Ted Lapidus foi um conjunto em estilo safári, que logo se tornou popular em todo o mundo.

Tanto esse modelo, como de maneira geral todas as criações de Ted Lapidus, retratava com fidelidade a tendência de roupas unissex, uma característica da década de 60. A partir da década seguinte, Ted Lapidus passou a produzir também roupas para homens, além de perfumes masculinos e femininos, sempre dentro de uma concepção clássica.

Moschino Franco Moschino nasceu na terra da moda, Milão. Moschino começou sua carreira de estilista no início dos anos 70. Moschino estudou desenho em cursos noturnos da Academia de Brera e foi contratado por Gianni Versace, com quem trabalhou até 1977. Antes de lançar-se em uma carreira solo, porém, ele ainda passou por indústrias de moda como Davidoff e Max Mara, para aprender mais sobre a estrutura das empresas do setor.

A marca Moschino foi lançada em 1983 e no ano seguinte era lançada a primeira coleção. Durante dez anos Moschino se firmou no cenário internacional de moda como um dos nomes mais ousados e inovadores estilistas. O estilo de Moschino busca inspiração na sua paixão pelo teatro.

Moschino morreu em 1994, mas a marca a cada dia fica mais forte. Sua presença é lembrada por grandes nomes como John Galliano e Giorgio Armani. Entre os seus produtos destacam-se o Cheap and Chic Eau de Toilette, Oh! De Moschino Eau de Toilette, Uomo? Eau de Toilette e o Desodorante I Love Love Feminino.

Oscar de la Renta O desejo de Oscar de la Renta era se tornar pintor abstrato. Para alegria dos fãs da moda ele logo descobriu que este não era o seu caminho. Oscar de la Renta nasceu em São Domingo na República Dominicana. Ao completar 18 anos o jovem de la Renta se mudou para Madri para estudar na Academia de Arte de San Fernando.

A fama foi alcançada quando Oscar de la Renta fez sucesso com um vestido desenhado para a filha do embaixador dos Estados Unidos na Espanha. Sua criação foi capa da revista Life. Logo, todos perguntaram quem tinha feito aquele vestido. De la Renta era convidado para trabalhar na casa de alta costura de Balenciaga, na capital espanhola, e em 1961 chegava a Paris, para ser assistente do estilista Antonio Del Castillo, na Maison Lanvin.

Em 1963, Oscar de la Renta seguia com del Castillo para Nova York, onde se tornou assistente no salão de alta costura e prêt-à-porter de Elizabeth Arden, nome mundialmente conhecido pela atuação na área da beleza.

Dois anos depois, de la Renta passou a trabalhar com Jane Derby, conhecida por sua linha simples e especial para o tipo feminino mignon. Quando a estilista se aposentou, Oscar De la Renta decidiu abrir seu próprio negócio.

A partir daí, de la Renta desenvolveu coleções temáticas de inspiração oriental e cigana. Suas roupas são consideradas extravagantes em algumas ocasiões, mas sempre são definidas como de bom gosto.

Até hoje Oscar de la Renta é cultuado por seus vestidos de noite, tanto na linha de alta costura como no prêt-à-porter. Também são admiradas os seus casacos e roupas para o dia, que cria tanto para sua própria grife quanto para a grife Balmain, da qual é também o estilista responsável.

Yves Saint Laurent Yves Henri Donat Mathieu Saint Laurent, um dos maiores estilistas de todos os tempos, nasceu na Argélia. Aos 17 anos, o jovem Yves Saint Laurent venceu em Paris com um vestido de coquetel (pretinho), um concurso promovido pelo International Wool Secretariat. Christian Dior, um dos estilistas mais famosos nos anos 50, se encantou com a talento do jovem Saint Laurent e o contratou.

Depois de anos trabalhando com Christian Dior, Yves Saint Laurent decidiu criar com Pierre Bergé sua própria marca. A moda passou a ser guiada pelos lançamentos das coleções de Saint Laurent: japonas azul marinho, botões dourados e as tão copiadas altíssimas botas pretas, que iam até as coxas.

Os anos 80 e 90 passaram a ser mágicos para a grife de Saint Laurent. Ter uma peça com as iniciais YSL passou a ser um desejo para muitos. Se as peças de alta costura atingiam preços exorbitantes, as linhas de prêt-à-porter, roupas masculinas, maquiagem, cosméticos para tratamento de pele, perfumes atingiam um público ávido por elegância.

Em 1993 a Sanofi pagou US$ 240 milhões pelo controle total da área de perfumes e por 85% do controle do setor de moda. Yves Saint Laurent e Pierre Bergé ganharam 7,5% das ações da Sanofi, empresa que faz parte da estatal francesa de petróleo, a Elf Aquitaine. Saint Laurent continuou na direção artística da casa para continuar a produzir os diversos produtos da marca.

Van Cleef & Arpels A história começa em 1896, como em um final de conto de fadas, com um casamento de sonhos entre Estelle Arpels e Alfred Van Cleef. A partir de 1906, o nome Van Cleef & Arpels se estabeleceu na Place Vendôme, em Paris, tornando-se uma das primeiras maisons de luxo da França. Em 1933, Van Cleef & Arpels cria o Sert Mistéryeux, um procedimento único que permite o encaixe das pedras preciosas lado a lado, resultando em uma montagem diferenciada e acabamento totalmente invisível. As jóias, inspiradas na natureza e nas estações do ano, são de uma leveza e graça infinitas. Van Cleef & Arpels se renova, mas mantém sua inspiração. Hoje, fiel à sua tradição e observando a arte contemporânea de viver, a maison cria suas jóias sem ostentação, com uma poesia cativante e luminosa. Nos anos 70, Jacques Arpels surpreende com uma idéia totalmente inovadora: criar uma fragrância de griffe de joalheria.

First, o primeiro perfume de joalheria, é criado em 1976. Rapidamente ele passa a fazer parte dos \grands floraux\” raros e preciosos dentro dos clássicos da alta perfumaria francesa.

Tsar, perfume masculino lançado em 1989, encontra-se dentro do mesmo conceito de fragrância olfativa atemporal. Ele renasce em 2003, em um novo frasco, com design mais refinado e masculino.

Murmure, fragrância feminina criada em 2002, une a forma contemporânea da flor, ao requinte eterno da marca.

Les Saisons par Van Cleef & Arpels é uma reinterpretação do frescor das quatro estações do ano em águas de toillette, criadas em 2004.


DKNY Donna Faske, mas conhecida como Donna Karan, nasceu em Nova York e hoje é uma das estilistas mais importantes do século 20.

O estilo básico, moderno e muito elegante de Donna Karan conquistou o mundo. Donna Karan desde cedo lidou com a moda, filha de um dono de armarinho e de uma modelo e vendedora, Donna Karan cursou a Parsons School of Design e, ainda estudante, trabalhou com estilista Anne Klein, especialista em roupas práticas e para jovens mulheres nos EUA. Anne Klein foi a primeira a combinar vestidos e casaquinhos, vestidos de cintura justa com blazers e jaquetas de aviador.

No ano seguinte Donna Karan se transferiu para a Addenda, uma indústria de confecções. Entretanto, Donna Karan voltou para o ateliê de Anne Klein em 1968. Donna Karan foi indicada como sua sucessora, um ano mais tarde. Depois da morte de Anne Klein, Donna Karan tornou-se estilista da casa, ao lado de Louis Dell’Olio. Juntos, os dois deram nova vida às roupas da companhia, transformando modelos originais de sportswear em peças extremamente atuais, em sua modelagem simples, e com preços acessíveis.

Donna Karan permaneceu na empresa até 1984, quando começou a criar as bases de sua marca própria, ao lado do segundo marido, Stephan Weiss. Juntos, montaram um império que colocou Donna Karan no mesmo patamar de importância de outros consagrados designers norte-americanos, como Ralph Lauren e Calvin Klein. Donna Karan se tornou o nome feminino mais destacado do setor em todo o mundo.

Em dez anos, o sucesso da marca Donna Karan estava consolidado, abrangendo roupas femininas, masculinas, linha jovem, lingerie, sapatos, acessórios em geral e perfumes como o Black Cashmere Eau de Parfum, Cashmere Mist Eau de Toilette, Cashmere Mist Sheer Fragrance Eau Sans Alcool e DKNY Energizing Eau de Parfum. Além da etiqueta com seu nome, e com uma proposta de moda mais formal, Donna Karan criou a DKNY, Donna Karan New York, que virou mania mundial, com sua descontração.

Shiseido Arinobu Fukuhara, antigo farmacêutico-chefe da marinha japonesa, abriu a primeira farmácia particular em estilo ocidental do Japão em Ginza, o centro da moda e da cultura no Japão.

Fukuhara estava preocupado com a má qualidade dos produtos farmacêuticos vendidos ao público japonês. A Farmácia Shiseido introduziu produtos farmacêuticos nos moldes ocidentais, numa época em que a medicina à base de ervas ainda predominava. Fundada em 1872, a Shiseido abria suas portas poucos anos após a Restauração Meiji, uma série de eventos que mudou as estruturas políticas e sociais do Japão entre 1866 até 1869.

A Shiseido era uma farmácia de vanguarda. Seu foco nas pesquisas e ao desenvolvimento de novos produtos a tornou uma das mais duradouras empresas existentes no Japão. Os alicerces da Shiseido, lançados há mais de um século, e seu espírito pioneiro, que combina a estética do oriente com a ciência e a tecnologia comercial do ocidente, permanecem vivos até os dias de hoje, servindo como filosofia em que se baseiam as atividades corporativas da Shiseido.

Roger & Gallet Em 1806, Jean-Marie Farina, criador da fórmula secreta da Eau de Cologne, chega em Paris e instala sua perfumaria na rue Saint Honoré. A Eau de Cologne \Jean-Marie Farina\”, é sucesso imediato. Napoleão descobre o bem estar que a fragrância proporciona, passa a usá-la abundantemente e a chama de Água de Colônia Imperial. O nome de Jean-Marie Farina atravessa fronteiras e a marca começa a desenvolver outros cosméticos e artigos de banho. Em 1840, ele se retira da empresa, deixando um catálogo de mais de 850 produtos.

Em 10 de abril de 1862, Armand Roger e Charles Gallet assumem a casa Jean-Marie Farina de Paris, na rue Saint Honoré, e lhe dão o nome que ficaria até os dias de hoje… \”Roger&Gallet\”. Começa uma nova série de inovações na maquiagem e na incrível variedade de Eaux de Cologne, Eaux de Toilette e Parfums concentrados com odor para lenços, acessório então indispensável para a moda da época. A Eau de Cologne Jean-Marie Farina continua sendo a preferida entre as cabeças coroadas. Seus clientes eram o Duque d’Orleans, o Rei da Prússia e o Rei da Inglaterra.

No fim do século XIX, todos os sabonetes são retangulares ou em barra. Em 1879 Roger&Gallet revoluciona o universo da cosmética, criando o primeiro sabonete redondo. Esta forma perfeita ainda proporcionava uma espuma inacreditavelmente cremosa. Os sabonetes embalados em papel finíssimo personalizado, se perpetuam até os dias de hoje.

O século XX marca a perfumaria, com novos frascos e novas notas olfativas mais complexas e Roger&Gallet acelera o ritmo de suas criações. Numa associação com René Lalique, nascem as mais belas criações como \”Flausa\”, \”Cigalia\”, \”Narkiss\” e \”Pâquerettes\”.

Roger&Gallet instalam seu escritório e sua loja em novo endereço na 62, rue du Faubourg Saint-Honoré. O prédio concebido pelo arquiteto Marrast em 1894, recebe os mais elegantes parisienses e estrangeiros de várias partes do mundo. A partir dos anos 50, suas criações estão nas principais capitais mundiais.


Loewe O sobrenome Loewe é, sem dúvida, ligado ao mundo da elegância e do luxo. Desde sua criação até os dias atuais, ele seguiu um processo de crescimento internacional que o levou a ser reconhecido como a empresa espanhola mais importante em criação, manufatura e distribuição de produtos luxuosos e fashion.
A história de Loewe começou em 1846 no setor de acessórios de couro. Gradualmente ganhou prestígio e tornou-se um “Fornecedor Real” do rei Alfonso XIII em 1905.
Durante estes anos, Loewe era considerada a loja mais luxuosa e emblemática de Madri, a marca de referência para a nobreza, a alta burguesia e o mundo intelectual, artístico e político. Enquanto isso, ela causava admiração entre as demais marcas luxuosas, que comissionaram a Loewe para manufaturar seus produtos. Ainda hoje, a Loewe produz as bolsas da Louis Vuitton que requerem maior trabalho artesanal.

De artigos masculinos de couro a criadores fashion…

Com o passar dos anos, as empresas do segmento do luxo detectaram novas oportunidades no mercado para continuar sua expansão e tenderam a diversificar suas marcas, tanto para aumentarem sua oferta, como também para adaptarem-se às mudanças mercadológicas e de gosto dos públicos.
Loewe começa uma nova aventura em 1965 no mundo da moda, criando a linha Prêt-à-porter para mulheres. Nos anos 80 chegou a linha masculina.Para o projeto, recrutaram novos talentos da costura européia, entre eles Karl Lagerfeld e Giorgio Armani. Suas criações deram vida à moda Loewe.

…e alquimistas de perfumes

Porém, a moda não foi o único campo para o qual Loewe trouxe ares de elegância e finura. Durante os anos 70, criaram seu primeiro perfume feminino, “L de Loewe”. Esta fragrância foi criada para distribuição exclusiva nas lojas Loewe e, graças a seu sucesso, tornou-se o primeiro produto a ser distribuído fora de uma boutique da marca.

Guiado e motivado pela larga aceitação de “L de Loewe”, nos últimos 30 anos, a marca reforçou suas atividades no setor de perfumes com oito novas fragrâncias (6 femininas, 2 masculinas e, ainda, uma unissex): Loewe pour Homme (1974), Aura Loewe (1985), Esencia Loewe (1987), Gala Loewe (1991), Aura Loewe (1994), Gala de Día (1996), Água de Loewe (2000) e Esencia Femme, criada em 2002.

Há 20 anos, Perfumes Loewe é líder do mercado seletivo espanhol, e atualmente está presente em mais de 30 países. Este ano Loewe lançou uma audaciosa estratégia de desenvolvimento, dentro da qual foi incluído o Brasil.
Num momento em que tendências se confundem, Loewe mantém seu estilo, através de um catálogo equilibrado de perfumes, com um estilo que é próximo ao espírito espanhol em nome, elegância e ausência de ostentação, sem esquecer a qualidade e nobreza de seus materiais e a simplicidade de suas linhas. É o verdadeiro luxo que confere à Loewe um lugar privilegiado no mundo dos perfumes.

O presente de Loewe

Dez anos atrás, coincidindo com o 150º aniversário da empresa, Loewe foi incorporada ao grupo LVMH, ganhando assim um novo impulso e passando a fazer parte do grupo de marcas européias luxuosas que são referência mundial.
Raízes familiares, tecnologia e elegância, são atributos que eles souberam juntar de forma magistral, reafirmando que Loewe foi, é, e sempre será uma referência quando o assunto é o mundo do luxo e da elegância.

Lanvin Jeanne Lanvin foi uma das estilistas mais influentes do século 20. Nascida na região da Bretanha francesa, Jeanne Lanvin foi aprendiz de costureira e, mais tarde, chapeleira, profissão com a qual iniciou sua carreira em Paris, em 1890.

Duas décadas mais tarde, as clientes que compravam seus chapéus encantaram-se com as roupas que Jeanne Lanvin fazia para sua irmã mais nova e para sua filha, passando a encomendar-lhe peças combinadas para mães e filhas, o que deu origem à sua casa de alta costura.

Os vestidos de Jeanne Lanvin tinham sempre uma concepção romântica e uma severidade muitas vezes atenuada por babados. Tudo o que Jeanne Lanvin criava transformava-se em sucesso: assim foi com seus vestidos chemisiers, com um bolero inspirado nos costumes bretões, vestidos com miçangas, especiais para dançar, vestidos esportivos de jérsei de lã xadrez com fios dourados e prateados, além de pijamas para festas. O uso freqüente de um determinado tom de azul fez com que ficasse conhecido como ‘o azul Lanvin’.

Depois da morte de madame Lanvin, a direção da casa passou a Antonio Castillo, que desde sua primeira coleção, apresentada em 1951, seguiu sempre de perto o estilo da fundadora. Quando Castillo deixou a Maison, em 1962, para abrir seu próprio negócio, foi sucedido por Jules François Crahay, que vinha do ateliê de Nina Ricci. O estilista brasileiro Ocimar Versolato também foi diretor da casa Lanvin, na segunda metade da década de 90.

Escada A fundadora da casa germânica Escada foi a top model sueca do designer Jacques Fath. Margaretha não só desfilava as suas coleções mas analisava e aprendia tudo sobre o mundo da moda. Já

Em 1976 Margaretha se apaixonou por Wolfgang Ley, um jovem empreendedor. Nascia um time imbatível. O casal Ley começou com a fabricação de malharia. Anos depois, eles lançaram tecidos coloridos e coordenáveis. Margaretha Ley desenvolvia toda a parte criativa, enquanto que Wolfgang cuidava das finanças, vendas, marketing e produção.

A Escada, que teve esse nome em homenagem ao um cavalo puro sangue irlandês, transformou-se logo em um grande sucesso. O diferencial da Escada é o uso da cor, elegância, qualidade e caimento.

O designer Michael Stolzenburg, sucessor de Margaretha, adicionou também alguns elementos mais novos às coleções. A Escada tornou-se numa das mais luxuosas casas de moda do mundo. A Escada oferece além de roupas, belos acessórios, como óculos, bolsas e sapatos, e inesquecíveis perfumes como o Magnetism e o Rockin’ Rio e o Sentiment Eau de Toilette.

Sisley A Sisley é uma indústria de cosmética criada em 1976 por Hubert d’Ornano com o conceito da phytocosmetologia. A Phytocosmetologia consiste em utilizar os extratos botânicos naturais, nos produtos de beleza. Os estudos científicos, tanto sobre as plantas, como sobre o funcionamento cutâneo, revela uma assimilação imediata e perfeita dos produtos à base de plantas, uma tolerância e uma eficácia máxima sobre a pele. Os óleos essenciais concentrados são obtidos através do processo de destilação. São substâncias não oleosas, voláteis e que possuem um odor específico de cada planta e que facilitam a penetração dos princípios ativos no tecido cutâneo, aceleram a micro-circulação favorecendo a eliminação das toxinas e a regeneração das células. De ação bactericida imediata e preventiva, estimulam as vias olfativas, completando a assimilação cutânea e agindo como conservante natural, permitindo a redução de conservantes sintéticos.

Este novo conceito permite à Sisley criar uma linha completa de produtos de beleza da mais alta qualidade, utilizando componentes ativos, à base de extratos naturais de plantas e óleos essenciais.

Para chegar a este resultado uma equipe de pesquisadores seleciona os melhores, mais puros e mais ricos extratos naturais das plantas. Os métodos de extração científica utilizados por Sisley permitem a otimização de qualquer princípio ativo. A sinergia entre estes extratos é o segredo da alta performance de Sisley no tratamento da beleza do rosto e corpo.

Elizabeth Arden Florence Nightingale Graham, foi esteticista e empresária, nascida no Canadá. Elizabeth Arden fabricou o seu primeiro creme de beleza nos anos vinte e revolucionou o mundo da cosmética. O creme Amoretta foi o primeiro de uma longa série de produtos de beleza.

Florence Nightingale Graham mudou se nome em homenagem a sua sócia Elizabeth Hubbard. O grande feito de Elizabeth Arden foi ensinar as mulheres a se maquiarem sem exageros, antes só atrizes usavam maquiagem.

Elizabeth Arden abriu institutos de beleza em todo o mundo e tornou-se dona de um empório de cosmética. Durante a sua vida Elizabeth Arden produziu mais de trezentos produtos de cosmética, de qualidade e preços acessíveis. Elizabeth Arden casou em 1915 com um norte-americano de quem se divorciou e que também estava ligado à cosmética. A grande senhora da cosmética era uma apaixonada por corridas de cavalos.

Elizabeth Arden é considerada uma das 100 mais famosas personalidades do século XX nos EUA. A sua imagem de marca era usar toilettes sempre cor-de-rosa. Até ao fim da vida foi uma mulher de enorme charme e requinte.

Montblanc Marca reconhecida internacionalmente, a Montblanc foi fundada por um dono de papelaria em Hamburgo, um banqueiro e um engenheiro de Berlim. Em 1906 eles decidiram criar seu próprio negócio de produção de canetas-tinteiro. Dois anos, Claus-Johannes Voss, Christian Lausen e Wilhelm Dziambor fundam a Simplo Fillerpen Company.

Em 1909 é lançada a caneta-tinteiro “Rouge et Noir”. A Montblanc só surgiu no ano seguinte. A caneta inspirada no pico mais alto da Europa foi um sucesso imediato e logo se torna um objeto de desejo. A busca pela perfeição foi alcançada na Montblanc. A legendária marca coroaria cada peça de sua coleção com uma beleza não menos que perfeita.

Depois do sucesso da fabricação de canetas de luxo, a Montblanc investiu em outros acessórios como relógios, artigos de couro e perfumes e produtos da linha corpo e banho, como desodorantes e loções pós-barba. Os consumidores da Montblanc buscam a magia da forma e da preciosidade de cada material utilizado em sua inconfundível marca da estrela branca. A Montblanc é fascinante, eterna e cada Montblanc é única. Assim como cada produto desta marca é inspirado na elegância do Montblanc.

Animale A Animale foi criada por Suzanne de Lyon em setembro de 1991. A idéia da Animale é retratar homens e mulheres de instintos felinos e sensuais, que refletem através do seu aroma todo o seu magnetismo e sedução. O público da Animale é composto por pessoas marcantes, misteriosas e cativantes, que marcam a sua presença em qualquer lugar e a qualquer hora, prezando acima de tudo, a sua liberdade.

A Animale foi adquirida pela Parlux, que rapidamente expandiu a sua distribuição internacional.

Bourjois A Bourjois foi fundada em 1863 na França por Alexander Napoléon Bourjois. Uma das mais antigas companhias de cosméticos francesas em atividade a Bourjois é atualmente uma das mais conceituadas empresas no segmento de maquiagem mundial.

Alexander Bourjois se inspirou nas atrizes para criar produtos de maquiagem cênica. Desde sua concepção, a Bourjois Paris se firmou como uma linha de produtos diferenciados, para utilização nos palcos e fora deles. Em 1890, seu então jovem fundador criou a \Fabrique spéciale pour la beauté des Dames\”, introduzindo no mercado o primeiro pó compacto, denominado \”Manon Lescot\” em homenagem à famosa atriz. Em seguida, Bourjois lançou o primeiro blush em pó, cuja pequena embalagem redonda característica, permanece até hoje como emblema da marca Bourjois.

A Bourjois tem um papel inovador e visionário através do aperfeiçoamento de novos conceitos, texturas inusitadas e maneiras originais e criativas de maquiar-se. As cores da Bourjois Paris são sempre alegres e os seus produtos cada vez mais práticos e adaptáveis às mulheres modernas.

Para Bourjois maquiagem é acima de tudo diversão e “alegria de viver”!


Celine No fim da Segunda Guerra Mundial, uma mulher cria a primeira marca de luxo contemporânea, que também se torna o símbolo do “revival” da França e da Europa: CÉLINE. Mme. Céline Vipiana é uma destas raras mulheres, chefes de grandes empresas que conseguem transmitir seu dinamismo pessoal à sua marca.

Nos anos 50, a marca inova e ganha mais força com a criação de calçados. Uma das pioneiras do “prêt-a-porter”, revoluciona os anos 60, colocando sua marca na história da moda de luxo.

Vanguardista, Céline consegue entrar no mercado japonês e em seguida ganha a América. Com esta expansão comercial, a marca fica mundialmente conhecida. Em 1996, Céline junta-se ao grupo LVMH, dando continuidade ao “prêt-a-porter” e à sua linha de acessórios, mas sempre mantendo seu estilo e valores originais.

Jennifer Lopez Quem não conhece J. Lo? Cantora, dançarina, atriz e designer de moda.

Jennifer Lynn López nasceu em 1970 no Bronx, Nova York. A cantora norte-americana de ascendência porto-riquenha desde pequena sonhava em ser artista. Aos 16 anos participou do filme \My Little Girl\”. Em 1999 lançou o seu primeiro álbum com a maioria das canções em inglês e uma em espanhol, \”No me ames\”. J. Lo já gravou quatro álbuns. O mais recente, Rebirth, foi lançado em 2005.

Lopez lançou a coleção mais famosa de todos os artistas, a linha \”J. Lo by Jennifer Lopez\”. A coleção inclui roupas para mulheres jovens: jeans, camisetas, pulseiras, cintos, perfumes, entre os diversos produtos. Para gerenciar todos os produtos licenciados J. Lo tem a sua própria e uma produtora, a Nuyorican Productions. Sempre presente no mundo da moda, Jennifer Lopez participou da campanha de Louis Vuitton para a coleção de inverno de 2003.

Jennifer Lopez marcou sua estréia no mundo da perfumaria em 2002. Em 2003 Lopez lançou o perfume Still. As fragrâncias Jennifer Lopez já estão em mais de 60 países. Elas são o reflexo da personalidade de Jennifer: carisma, energia, e muita sensualidade latina.


Biotherm Biotherm é a marca seletiva de um público com estilo de vida jovem, que busca cosméticos inovadores e prazerosos, combinando com seu modo de pensar e viver. Com texturas leves e frescas, perfeitas para o clima brasileiro, a marca já conquistou o 2° lugar em volume de vendas no mercado de tratamento seletivo. É líder na venda de produtos de tratamento para o corpo, uma mania entre as brasileiras, além de ser a marca pioneira no tratamento da pele masculina, mercado que vem ajudando a desenvolver no país.

Biotherm oferece uma linha de tratamento completa baseada na ação calmante do Extrato Puro de Plâncton Termal, um ativo exclusivo, verdadeiro concentrado do poder benéfico das fontes termais. Os biólogos de Biotherm descobriram este agente natural nas águas termais de montanhas francesas e, após 20 anos de pesquisa, conseguiram patentear sua produção em laboratório, preservando toda sua pureza e atividade. O Extrato Puro de Plâncton Termal é reconhecido pelo espetacular poder sobre o re-equilíbrio da pele, graças à sua perfeita afinidade com as células cutâneas. Oferece ainda toda a riqueza natural de oligoelementos, sais minerais e proteínas..

Com tudo isto, Biotherm é a cara dos dias atuais: é o novo luxo que mescla bem-estar sem ostentação, fazendo de cada tratamento um convite ao prazer e à descoberta de uma pele visivelmente mais pura, jovem e saudável.

Liz Claiborne O estilo que o século 20 convencionou chamar de executivo, adotado especialmente a partir da década de 70, quando as mulheres passaram a ser presença marcante no mercado de trabalho, deve muito de sua definição e efetiva implantação a esta estilista belga, mas que fez carreira e criou um verdadeiro império de moda nos Estados Unidos.

Elisabeth Claiborne Ortenberg nasceu em 1929 em Bruxelas e se mudou ainda jovem para Nova Orleans. Ela retornou ao seu país de origem para estudar na Escola de Belas Artes e no Estúdio dos Pintores. Liz Claiborne também estudou em escolas de arte da França e dos EUA.

Liz Clairborne venceu um concurso de estilismo promovido pela revista Harper’s Bazaar e pelo estilista Jacques Heim. Ela concorreu com um modelo de casaco feminino, e como prêmio ganhou uma viagem à Europa, onde passou a desenhar moda – o ano era de 1947, e Liz Claiborne começava sua carreira.

Ao voltar para Nova York Liz Clairborne trabalhou com Tina Leser e Omar Kiam. Em 1957, ela se casou com Arthur Ortenberg, considerado então um promissor gênio das finanças. Em 1960 Liz Claiborne passou a criar modelos para a Youth Guild Inc. Logo, fazia parte de um grupo de estilistas que adotaram a idéia de acabar com a classificação rígida de roupas para ocasiões específicas, criando o conceito de coordenação de moda, e passava a desenhar guarda-roupas completos, que se modificavam com a inclusão de peças avulsas.

Somente em 1976, Liz Clairborne abriu sua própria empresa tendo como sócios seu marido e Jerome Chazen, um expert em marketing. A partir desta união a marca Liz Clairborne não parou mais de crescer.

Liz Clairborne criou um estilo clássico, fácil de usar e de coordenar, a preços acessíveis e sempre com um toque da moda do momento, devido às mudanças da nova geração de mulheres que conquistavam seu espaço no mercado executivo de trabalho. Às roupas femininas logo se juntaram coleções masculinas e uma linha completa de acessórios, que não deixou de lado sequer um perfume próprio.

Talika A história da criação da Talika é bastante interessante. Durante a Segunda Guerra Mundial, uma jovem doutora usou um creme especial antibactericida para tratar dos feridos. Ela notou que o produto, feito com extratos de plantas, não somente curava as feridas mais rápido, mas também acelerava o crescimento das sobrancelhas e cílios.

Danielle Roches era essa doutora. Em 1948, a partir de sua descoberta, ela fundou a Talika, empresa focada na aparência e no crescimento dos cílios e sobrancelhas.

Através dos anos, novos e excitantes produtos foram desenvolvidos pela Talika. Produtos que respondem às necessidades específicas da mulher, concentrando-se em três áreas críticas e específicas: Olhos, Face e Unhas.

Marina de Bourbon Marina de Bourbon faz parte da Dinastia de Bourbon, uma das mais antigas e tradicionais famílias da França, que reinou durante os anos de 1553 a 1848. Os Bourbon também ocuparam o trono da Espanha desde 1700 até o atual Rei D. Juan Carlos I e em Luxemburgo até 1964. Os Bourbon se casaram com membros da maioria das dinastias reinantes na Europa durante os últimos 600 anos, o que os tornou influentes e símbolo de elegância e estilo.

A linha de perfumes da princesa Marina de Bourbon tem a sofisticação dos nobres franceses. Com uma árvore genealógica repleta de nobres e reis, o grande destaque é a fragrância que leva seu nome e foi inspirada no perfume do jardim de sua residência.

Forum Tufi Duek O carioca Tufi Duek começou a trabalhar com moda aos 17 anos em São Paulo. Em 1975, aos 21 anos, lançou a marca Triton, de malharia jovem. Mas foi com a criação da Forum em 1981 que daria renome ao estilista, considerado um dos mais importantes criadores da moda brasileira.

A Forum é uma sociedade com seu irmão Isaac Duek. Nos primeiros anos de Forum, Tufi Duek passou a explorar o segmento de jeanswear, apontado por especialistas como responsável pelo grande impulso e reconhecimento do estilista.

A moda da Forum tem referências à cultura brasileira, mas é urbana e cosmopolita, buscando sempre a praticidade e a versatilidade. O cinema novo, as tradições nordestinas e o universo carioca já foram temas de coleções.

Em 1998, Tufi Duek partiu em busca do mercado internacional, abrindo um showroom em Nova York com produtos exclusivos assinados com a etiqueta Tufi Duek. Hoje algumas dessas roupas estão no armário de gente como as atrizes Meg Ryan e Jennifer Lopes e as cantoras Mariah Carey e Britney Spears.

A Forum participa do São Paulo Fashion Week desde a primeira edição, em 1996. Além das coleções, a marca Forum também lançou produtos como o Forum Eau de Toilette, Forum 23° Eau de Toilette e o Forum 40° Eau de Toilette, seguindo uma tendência corrente entre os estilistas de prêt-à-porter brasileiros. Assim, nasceu a fragrância Forum Tufi Duek e a linha de óculos solares Forum Eyewear.

Ermenegildo Zegna Ermenegildo Zegna fundou aquele que se tornaria o poderoso Grupo Zegna, líder mundial no vestuário masculino elegante.

Uma das mais famosas marcas de roupas para homens em todo o mundo, a Ermenegildo Zegna começou em 1910 em Trivero, um pequeno centro nos Alpes italianos. Ali, Ermenegildo Zegna começou seu império a partir de uma pequena atividade têxtil de seu pai. Desde o início seu objetivo era criar tecidos capazes de superar a qualidade da produção têxtil da Inglaterra.

A partir dos anos 60, os filhos de Ermenegildo Zegna, Aldo e Angelo, começaram a trabalhar nos negócios da família – a marca Zegna já era sinônimo dos melhores produtos têxteis da Itália, e parâmetro de qualidade no mundo todo.

Na década de 80, Gildo Zegna, da quarta geração da família, passou a ser a figura principal. Então, além de fabricar tecidos, a Ermenegildo Zegna passou a confeccionar roupas masculinas, e a vendê-las em lojas próprias, ou através de representação, em diversos países, entre os quais está, hoje em dia, também o Brasil.

Além de todo o requinte de suas roupas prontas, a grife Ermenegildo Zegna oferece hoje um serviço sob medida, enviando periodicamente um especialista seu às lojas de todo o mundo para o detalhamento de peças absolutamente personalizadas. Os mais recentes lançamentos da marca são os seus perfumes, Essenza di Zegna e Z.

Caron Fundada em 1904, a Caron é uma das poucas empresas existentes no mundo (as outras duas são Guerlain e Houbigant) que se especializou em fragrâncias, jamais tendo atuado em outro setor.

Em 90 anos de existência, a Maison Caron, criou todo o universo de perfumes, tão clássicos quanto eternos.

Narcise Noir, seu primeiro produto, existe desde 1911, um floral amadeirado com frasco em cristal Baccarat.

Antonio Banderas José Antonio Domínguez Banderas nasceu em Benalmádena, Málaga, Espanha, em 10 de agosto de 1960. O pai era policial e a mãe professora.

Quando pequeno queria ser jogador de futebol e chegou a jogar num time de Málaga, mas aos 14 anos quebrou uma perna e não pode seguir carreira no esporte.

No colégio, dividia seu tempo entre as aulas, o futebol e a arte dramática. Aos 19 anos, com pouquíssimo dinheiro no bolso, foi para Madri decidido a ser ator. E logo estava no teatro e na TV.

Levado pelo ator Imanol Arias, Almodóvar foi assisti-lo no teatro e o convidou para fazer Labirinto de Paixões. Foi o primeiro filme e o primeiro gay na carreira de Banderas. Depois, ele faria homossexuais em A Lei do Desejo e Filadélfia

Famoso pelos filmes de Almodóvar e em alta depois de Ata-me, em 1991, Banderas foi para os EUA participar de Os Reis do Mambo. Aceitou todos os papéis que lhe ofereceram por lá, pois precisava mandar dinheiro para casa.

Um dos galãs da década de 90 em Hollywood, o espanhol virou figurinha fácil nas listas que rondam o mundo do cinema. E, em 1996, figurou na relação das 50 pessoas mais bonitas do mundo, segundo a revista People.

Depois de estourar nas bilheterias com A Máscara do Zorro, ganhou carta branca do estúdio para estrear como diretor. Fez a comédia dramática Loucos do Alabama, estrelada por sua mulher e musa, Melanie Griffith.

Em outubro de 2005, ganhou uma estrela na Calçada da Fama em Hollywood, poucos dias antes do lançamento de A Lenda do Zorro. \É uma grande honra e um privilégio para mim\”, disse durante a homenagem, acompanhado da filha e da esposa Melanie.

Por meio de sua fundação Diávolo, Banderas doou uma bela quantia para a construção de uma casa para abrigar atores veteranos na Espanha.

Um dos projetos do ator é levar para as telas a vida de Ayrton Senna e ele já veio ao Brasil conversar com a família do piloto sobre compra de direitos. Mas até agora nada saiu da teoria.


Gilles Cantuel Gilles Cantuel foi atraído ao mundo dos perfumes há mais de quinze anos. Durante 10 anos criou fragrâncias, sobretudo para empresas com enorme sucesso.

Café-Café A Cofci foi criada por volta de 1979 por Pierre Grivory, um francês apaixonado pelo Brasil. Sendo assim, nada mais natural que o seu primeiro produto homenageasse nosso país: Café, um nome ao mesmo tempo internacional e profundamente brasileiro.

A partir daí, a Cofci vem crescendo continuamente, ampliando sua linha de fragrâncias, sempre com filosofia de desenvolver perfumes de qualidade a preços acessíveis.

Grés A parisiense Alix Grès tinha um sonho de ser escultora. Para a sorte do mundo da moda ela mudou os planos e se tornou estilista. Alix Grès iniciou criando moldes de roupas de alta costura em musselina. Estes moldes eram vendidos para as principais casas de moda de Paris. Em 1934 Grès criou o seu próprio salão como o nome de Alix Barton. Durante a 2ª Guerra Mundial os trabalhos foram paralisados. Depois do conflito ela passou a assinar suas criações como Madame Grès.

Nas criações de Alix Grès a sensibilidade de escultora está sempre presente. Suas composições demoravam horas e eram únicas. Madame Grès foi uma estilista consagrada, e sua casa, instalada na rue de la Paix, em Paris, era freqüentada por mulheres elegantes do mundo inteiro, entre as quais a princesa de Mônaco, Grace Kelly.

Em 1984 a Maison foi vendida para o empresário francês Bernard Tapie. Ele tentou contornar a crise financeira que a casa enfrentou devido à concorrência e a mudança das grifes, que buscaram novas linhas de negócios como cosméticos e perfumes. No ano seguinte, o grupo japonês Yagi Tsusho Limited comprou o salão, agregando à marca os mesmos produtos que estavam enriquecendo outras grifes famosas, e recuperando as finanças. Os perfumes da Grès são únicos. Destacam-se Cabochard e Cabotine.

Lacoste Durante muito tempo, a marca Lacoste foi praticamente sinônimo de camisa tipo pólo em todo o mundo. A marca surgiu porque o famoso tenista René Lacoste era agressivo e rápido nas quadras. Por isso recebeu o apelido de Le Crocodile, que também originou os famosos mascote do crocodilo e a logomarca.

Em 1933, René Lacoste se aposentou das quadras de tênis. Então, Lacoste lançou uma camisa branca, de mangas curtas, com gola e fechada até o pescoço por dois ou três botões. No peito, de um dos lados, aparecia a figura de um crocodilo, uma referência ao antigo apelido.

O sucesso foi tanto, que a camisa logo passou a fazer parte do guarda-roupa masculino de lazer, mas mulheres como Jacqueline Kennedy Onassis e a atriz Audrey Hepburn sempre foram adeptas do modelo – Jackie a usava com minissaia, Audrey com calças tipo capri.

A razão por ter passado à história como camisa pólo, deve-se ao fato de que a gola adotada para o modelo, mole, alta e circular, virada para baixo em torno do pescoço, sempre foi conhecida como gola pólo. A obrigatoriedade da cor branca também ficou no passado: atualmente há camisas pólos de todas as cores.

Depois de um período de esquecimento, a camisa criada por René Lacoste voltou à cena com força, nos anos 90. Hoje em dia, essa peça de roupa é a base para muitas outras, incluindo vestidos femininos e perfumes femininos e masculinos.

Nino Cerruti Antonio \Nino\” Cerruti nasceu em 1930 em Biella no norte da Itália, uma das mais tradicionais regiões têxteis do mundo. Com este cenário o pequeno Nino cresceu numa família que era proprietária de uma tecelagem especializada em lãs de alta qualidade, a Cerruti 1881 (nome dado ao ano de fundação da empresa).

Aos 20 anos Nino teve de abandonar a universidade para assumir o comando dos negócios dos Cerruti. Para alavancar os negócios produziu quatro peças teatrais para as quais criou os figurinos.

Sempre com o objetivo de alcançar mais, em 1967 Nino Cerruti abriu seu próprio estúdio na Rue Royale em Paris para lançar sua primeira coleção focada no público masculino. Somente nove anos depois Nino Cerruti lançou sua moda feminina. Suas coleções eram marcadas pelas roupas de corte clássico, elaboradas com tecidos de alta qualidade. A marca Cerruti hoje é apoiada por uma grande rede em todo o mundo. Entre seus clientes destacam-se personalidades de vários países. No filme uma Linda Mulher os figurinos usados por Richard Gere e Julia Roberts foram produzidos por Cerruti.


Marc Jacobs Marc Jacobs é um estilista americano de influência mundial. Marc Jacobs completou seus estudos na Parsons School of Design. Marc Jacobs saiu do anonimato quando fez uma coleção \grunge\” para Perry Ellis.

Marc Jacobs é designer exclusivo da Luis Vuitton, entretanto suas coleções próprias são muito admiradas. Jacobs é conhecido pela sua moda refinada e luxuosa, que revolucionou toda uma geração de mulheres em sua forma de vestir. Marc Jacobs construiu um império da moda que é respeitado pelos grandes nomes da moda e celebridades. Destacam-se os perfumes femininos Blush Eau de Parfum e Marc Jacobs Eau de Parfum e o perfume masculino Marc Jacobs Eau de Toilette.


Bio-Médicin Bio-Médicin é sinônimo de seriedade e eficiência. A Bio-Médicin foi criada sob o desafio de introduzir no mercado produtos com qualidade e com resultados rápidos, eficazes e seguros. Para alcançar o objetivo a Bio-Médicin utiliza avançada tecnologia na elaboração de fórmulas exclusivas. A Bio-Médicin traduz a preocupação com a estética e a saúde tanto do homem quanto da mulher modernos e exigentes.

Mais do que cosméticos, os produtos Bio-Médicin possuem um conceito inovador em tratamento, garantindo alta concentração de princípios ativos selecionados de origem natural que atuam com sinergia entre si.

A missão da Bio-Médicin é atender às necessidades e expectativas de seus consumidores de forma honesta e plena, desenvolvendo produtos com a garantia da mais alta concentração de princípios ativos especiais, utilizando a tecnologia na geração, produção, avaliação e distribuição de produtos de cosméticos para tratar tanto de problemas estéticos quanto os problemas de saúde.

Os produtos da Bio-Médicin são testados e avaliados por profissionais de renome das áreas de cosmética e saúde. A eficiência dos produtos Bio-Médicin é reconhecida pelos consumidores.
KenzoKi A linha de tratamento de Kenzo se inspira numa filosofia milenar da Ásia. A prática do Ki visa o equilíbrio ideal de todas as energias que circulam em todos nós e em todo o universo. Esta harmonia profunda e autêntica nos conduz à conciliação do corpo e do espírito, à energia do zen. Todos os sentidos são despertados.

Kenzoki concilia beleza com a harmonia do espírito através de quatro gamas que servem à todos os sentidos. Com essências naturais, que relaxam, à base do lotus branco, que energizam, com a folha do bambu, que euforizam, como a a flor do gengibre e que despertam sensualidade, como o vapor do arroz. Kenzoki lhe oferece uma gama completa de beleza, equilíbrio e bem estar.

Donna Karan Donna Faske, mas conhecida como Donna Karan, nasceu em Nova York e hoje é uma das estilistas mais importantes do século 20.

O estilo básico, moderno e muito elegante de Donna Karan conquistou o mundo. Donna Karan desde cedo lidou com a moda, filha de um dono de armarinho e de uma modelo e vendedora, Donna Karan cursou a Parsons School of Design e, ainda estudante, trabalhou com estilista Anne Klein, especialista em roupas práticas e para jovens mulheres nos EUA. Anne Klein foi a primeira a combinar vestidos e casaquinhos, vestidos de cintura justa com blazers e jaquetas de aviador.

No ano seguinte Donna Karan se transferiu para a Addenda, uma indústria de confecções. Entretanto, Donna Karan voltou para o ateliê de Anne Klein em 1968. Donna Karan foi indicada como sua sucessora, um ano mais tarde. Depois da morte de Anne Klein, Donna Karan tornou-se estilista da casa, ao lado de Louis Dell’Olio. Juntos, os dois deram nova vida às roupas da companhia, transformando modelos originais de sportswear em peças extremamente atuais, em sua modelagem simples, e com preços acessíveis.

Donna Karan permaneceu na empresa até 1984, quando começou a criar as bases de sua marca própria, ao lado do segundo marido, Stephan Weiss. Juntos, montaram um império que colocou Donna Karan no mesmo patamar de importância de outros consagrados designers norte-americanos, como Ralph Lauren e Calvin Klein. Donna Karan se tornou o nome feminino mais destacado do setor em todo o mundo.

Em dez anos, o sucesso da marca Donna Karan estava consolidado, abrangendo roupas femininas, masculinas, linha jovem, lingerie, sapatos, acessórios em geral e perfumes como o Black Cashmere Eau de Parfum, Cashmere Mist Eau de Toilette, Cashmere Mist Sheer Fragrance Eau Sans Alcool e DKNY Energizing Eau de Parfum. Além da etiqueta com seu nome, e com uma proposta de moda mais formal, Donna Karan criou a DKNY, Donna Karan New York, que virou mania mundial, com sua descontração.

Nina Ricci Maria Nielli nasceu em Turim, na Itália, e mudou-se aos cinco anos para a cidade de Florença, onde foi educada. Ali, também, casou-se com o joalheiro Louis Ricci. Em 1932, depois de um período de aprendizagem, e já como Nina Ricci, abriu sua primeira casa de moda, em Paris.

Desde o começo, seu estilo foi clássico e muito sofisticado, com um acabamento perfeito, caindo nas boas graças de uma clientela internacional. Seu filho assumiu a direção dos negócios em 1945, que hoje abrangem uma linha de prestigiados perfumes, entre os quais L’Air du Temps, um clássico.

Stella McCartney Stella McCartney, filha do ex-beatle Paul McCartney e Linda Eastman, poderia passar sua vida aproveitando a fama dos pais. Ao invés disso, Stella McCartney começou a trabalhar com o estilista Christian Lacroix aos 15 anos em 1987, quando o estilista lançava a sua primeira coleção de alta costura.

Depois da experiência com Lacroix, Stella passou pela Savile Row, rua famosa em Londres pelas suas alfaiatarias reconhecidas em todo o mundo.

Stella McCartney escolheu a moda e não parou mais. Ela estudou no St. Martins College of Art & Design, em Londres. Quando se formou estavam na primeira fila da platéia os ilustres pais e na passarela ninguém menos do que as modelos Naomi Campbell e Kate Moss. Stella nunca deixou que o estigma de ter pais famosos atrapalhasse a sua carreia. Ainda assim, seu talento seria questionado por ser filha de Paul McCartney.

Para calar os críticos, a coleção de Stella McCartney foi comprada e ela lançou sua própria marca com sucesso. A prova disto é que em menos de dois Stella McCartney substituía o estilista Karl Lagerfel na marca Chloé. Os críticos definiram a troca como uma estratégia de marketing do Grupo Vendôme, dono da Chloé.

Assim que a primeira coleção de Stella surgiu nas passarelas as dúvidas desapareceram. Os críticos e especialistas saudaram o novo talento devido às suas roupas sensuais, românticas, muito inventivas e executadas com perfeição. Na coleção seguinte, além de tudo isso, ela provou que podia gerar bons lucros para a Chloé.

Com a morte de Linda McCartney, em 1998, Stella abraçou uma causa materna, a da proteção aos animais, associando-se ao Peta – People for the Ethical Treatment of Animals. Em 2001, Stella McCartney no ano seguinte lançou a grife pela Gucci com o seu nome em todo o mundo, no segmento de moda de luxo, com a garantia de que todas as decisões seriam suas.

John Frieda John Frieda recebeu o prêmio de melhor cabeleireiro inglês do ano em 1988. Frieda começou a carreira como assistente num salão de beleza londrino, aos 17 anos, onde trabalhou durante nove anos. Abriu seu próprio salão na cidade, depois de receber o prêmio em 1988. Aos 49 anos, possui três salões em Londres, um em Paris, um em Los Angeles e dois em Nova York, onde vive há dez anos.

Internacionalmente conhecido, o cabeleireiro John Frieda tem muitos seguidores e clientes. Pelas mãos de John Frieda já passaram astros da música pop, como os ex-beatles Paul McCartney e George Harrison e o rolling stone Mick Jagger, do cinema, como as atrizes Brookie Shields, Meryl Streep e Glenn Close e os atores Brad Pitt e Tom Cruise. John Frieda já cuidou até dos cabelos das ex primeiras damas dos EUA Jacqueline Kennedy Onassis e Hillary Clinton e das princesas Diana e Sarah Ferguson, da Grã-Bretanha, e da rainha Anne Marie da Grécia.

John Frieda lançou uma linha de produtos para tratamento de cabelos. Entre esses, destacam-se o Shampoo Brilliant Brunette Shine Release Moisturizing Shampoo Chestnut To Espresso, um xampu de hidratação e brilho desenvolvido exclusivamente para cabelos castanhos médios e escuros.

Harley-Davidson Harley-Davidson é a marca mais famosa de motocicletas do mundo. A primeira Harley-Davidson começou timidamente em Milwaukee, Estados Unidos.

Em 1901, os jovens William Harley e Arthur Davidson criaram um protótipo de uma bicicleta motorizada. Dois anos depois fundaram a Harley-Davidson Motor Company. O que fez a marca um mito foi o seu estilo clássico e arrojado. A Harley tem fiéis seguidores em todo o mundo e seus fãs tratam a Harley-Davidson não como um veículo mas um estilo de vida.

A Harley-Davidson é uma obra de arte sobre duas rodas. O conceito da Harley-Davidson é manter as linhas que ganharam fama em todo o mundo. A empresa mantém a essência da história que existe por trás do nome da marca. Por isso lançou produtos para satisfazer o público ávido pelo estilo de vida Harley-Davidson como o Legendary Harley-Davidson Eau de Toilette.

Montana Claude Montana nasceu em Paris, mas se mudou para a Inglaterra logo depois de concluir o curso secundário. Em Londres, Claude Montana começou a criar bijuterias feitas de papier machê, técnica artesanal do México durante os anos 1960. Nesta época a presença do movimento hippie era muito grande na Europa e em todo o mundo. Claude Montana foi influenciado pelo comportamento dos jovens londrinos, a ascensão de novos valores e também uma nova forma de encarar a moda.

Claude Montana vendia suas criações na Swinging London, apelido da cidade, e as vendia pelas feiras da cidade, populares entre os seguidores da contracultura da época. Somente em 1972 Montana voltou a morar em Paris. Nos dois anos seguintes Montana passou a trabalhar na MacDouglas, uma grande empresa produtora de artigos de couro. Esta experiência foi importante para as suas carreira. Especialistas apontam que suas melhores criações foram feitas usando o couro como material.

Em 1977, Claude Montana começou a criar roupas com seu próprio nome. O reconhecimento internacional veio logo a seguir.

Fendi A grife Fendi nasceu em 1918 pela inspiração da italiana Adele Fendi. Atualmente a Fendi é administrada pelas herdeiras Anna, Franca, Alda e Carla Fendi.

A Fendi começou suas atividades fabricando bolsas de couro macio e sacolas de verão feitas com tiras de lona. Quando as irmãs Fendi assumiram o poder, decidiram ampliar os negócios, e passaram a convidar estilistas famosos para desenhar coleções de artigos feitos em pele. Com as criações de Karl Lagerfeld para a marca, a Fendi conquistou prestígio e a liderança no setor, utilizando peles tingidas, com mão-de-obra de alta qualidade e refinada técnica de corte, trunfos que valeram à grife a conquista de vários prêmios internacionais.

A partir da década de 80 a Fendi alcançou o sucesso internacional. A fama de Fendi faz com que a grife seja, ainda hoje, uma das mais copiadas em todo o mundo. A grande popularidade da marca Fendi, no entanto, deve-se mesmo às bolsas, que jamais economizaram o logotipo da casa e fizeram dele um verdadeiro e disputado símbolo de status.

Nos anos 90, quando a grife Prada começou a impor seu estilo sem impor seu logotipo, a Fendi mudou, adotando como marca registrada uma estampa em listras pretas e marrons, que não deixam dúvida quanto à sua procedência, mas com mais discrição.

Morgan de Toi Presente há 20 anos no mercado internacional do mundo fashion, o estilo Morgan é um verdadeiro sucesso da industria da Moda Casual.

Conhecida por seu dinamismo, atrevimento e criatividade, Morgan está presente no mundo em mais de 520 pontos de venda, com um faturamento anual líquido de 169 milhões de Euros; concentrando 70% de suas vendas fora do mercado Francês.

Morgan foi criada em 1983 pela família Morgan, especializada na confecção de roupas casuais. Seu sucesso foi imediato e em 1998, a marca abriu a sua primeira loja na Rue de Rennes 6, em Paris. Suas lojas apresentam um ambiente artístico e criativo.

As campanhas publicitárias criadas por Morgan, desde 1989, estão estampadas por toda Paris e expressam o estilo Morgan, que é despojado, sensual e provocativo.Morgan expressa paixão em todas as suas formas e o amor como um vetor determinante da comunicação.

Ser Morgan significa “ter liberdade de expressar a si mesmo na forma de vestir em qualquer ocasião e em qualquer estado de espírito”. O estilo Morgan não somente permite à pessoa fazer o seu próprio estilo, mas lhe permite ser ela mesma.

A marca foca jovens que procuram liberdade e originalidade. São pessoas provocativas, impertinentes, ousadas e extremamente sedutoras, mas que também são românticas à procura do verdadeiro amor.

Para este público alvo, a empresa Morgan escolheu a COFINLUXE, empresa que também desenvolveu internacionalmente os perfumes Salvador Dalí, Andy Warhol e Chaumet, para lançar os seus perfumes MORGAN no mercado de fragrâncias.

Em 2003 o público poderá experimentar uma emoção especial ao inalar e exalar este aroma inebriante de “MORGAN”…

Prada O sucesso atual da marca Prada se deve a Miuccia Prada, neta do fundador da Prada, uma loja italiana de artigos de couro de fabricação própria.

Em 1913, Mario Prada abria em Milão o seu estabelecimento sem imaginar que a marca Prada se tornaria uma das mais prestigiadas em todo o mundo. Até os anos 80 a marca Prada era desconhecida, apesar dos artigos de couro serem de alta qualidade, a Prada não imaginava alcançar o patamar da Fendi ou Louis Vuitton.

A história mudou quando Miuccia Prada assumiu o comando da empresa em 1985. Miuccia tinha apenas 28 anos quando decidiu, logo nos primeiros dias, que iria usar o náilon Pocono, material utilizado para fazer tendas militares, para criar uma mochila. O couro era tradição familiar e esta decisão foi conturbada.

A mochila de náilon Pocono foi um sucesso. Além de ser bela a mochila criada era resistente. Miuccia acertou em cheio as necessidades de suas consumidoras: mulheres modernas que precisam de praticidade mas não abrem mão da beleza. As grandes marcas correram para produzir produtos semelhantes aos da Prada. A marca começou a ficar muito conhecida. Seus produtos encantaram as mulheres de vários países e transformaram a Prada num império.

No mesmo estilo vieram as roupas e os diversos acessórios de moda feminina, masculina, roupas íntimas, roupas para a casa, cosméticos e perfumes. Miuccia Prada teve a oportunidade de detectar o desejo das consumidores e criar uma marca imponente.

Barbie Nunca um brinquedo refletiu tão bem o comportamento de uma época quanto a quarentona Barbie, uma boneca que acompanhou todas as mudanças dessas últimas quatro décadas. Ela é rica, bonita, famosa, inteligente e está sempre na moda. Tem o namorado perfeito e muitos amigos que a adoram. O mundo Barbie é cor-de-rosa, feito de sonhos e fantasia, onde tudo é possível. É o que garante o slogan \be anything\”.

A Barbie é um sucesso absoluto de vendas: é a boneca mais vendida no mundo. São 120 milhões de exemplares a cada ano, o que significa que duas Barbies são vendidas por segundo e também é um fenômeno de popularidade, ela é a queridinha de crianças e adultos de todo lugar.”
Narciso Rodriguez Considerado pela revista Time um dos 25 hispânicos mais influentes dos EUA, o estilista Narciso Rodriguez veste estrelas como Angelina Jolie, Selma Hayek, Gal Costa e Sheryl Crow. O primeiro perfume de Rodriguez recebeu o prêmio de melhor fragrância feminina de prestígio na França em 2005 pelo FIFI Awards, o Oscar da perfumaria.

Narciso Rodriguez é filho de cubanos erradicados nos Estados Unidos. Esta mistura de países foi essencial em criar um estilo elegante, sutil, feminino e sensual. Narciso é considerado o herdeiro dos estilistas modernistas norte-americano. Em 1996 ele passou a ser o estilista da marca Cerruti. Sua marca está presente na fragrância “For Her” que tem um coração de musk com três pulsações: mel de flores, luz de âmbar e madeiras táteis.

Lalique O joalheiro e vidreiro René Jules Lalique nasceu na pequena cidade de Ay, na região de Champagne, na França. Filho único de um vendedor de miudezas, ele venceu seu primeiro concurso de desenho aos 11 anos de idade, e aos 16 começava a estudar ourivesaria em Paris.

Dois anos mais tarde, mudava-se para Londres, na Inglaterra, dando prosseguimento aos seus estudos numa escola de arte conhecida como Syndenham. Mais dois anos, com o fechamento da escola, Lalique voltava a Paris, passando a fazer um curso de escultura.

Em 1881, ele decidiu começar a trabalhar como joalheiro free lance para grifes famosas do setor, como Boucheron e Cartier, tornando-se conhecido e respeitado como um exímio criador do estilo art nouveau. Lalique criou também várias jóias para a atriz Sarah Bernhardt, e o magnata armênio Calouste Gulbenkian chegou a reunir cerca de 150 peças concebidas por ele.

Suas experiências iniciais com trabalhos em vidro, que afinal iriam consagrá-lo mundialmente, começaram a ser feitas em 1893. Data desse ano o primeiro frasco de perfume criado por Lalique, no formato de uma lágrima, feito numa fôrma de pão no fogão de seu ateliê.

A Exposição Universal, realizada em Paris em 1900, projetou-o internacionalmente, mas foi apenas em 1906 que aconteceu o encontro que faria dele o grande mestre dos frascos de perfume.

Na época, tanto a loja onde Lalique vendia seus produtos quanto à perfumaria Coty ficavam na mesma Place Vendôme, em endereços contíguos, nos números 23 e 24. Francis Coty, então uma espécie de rei dos perfumes, pediu ao vizinho que criasse frascos para seus aromas.

O resto já é história: a parceria permitiu a criação de uma deslumbrante sucessão de peças em vidro, verdadeiras esculturas que procuraram recriar a idéia da essência que continham. Com o passar do tempo, outras associações foram sendo feitas, com fabricantes de perfumes como Guerlain, Roger et Gallet e mais recentemente com Nina Ricci.

Com a morte de René Lalique, a empresa passou a ser dirigida pelo seu único filho, Marc, e desde sua morte, em 1977, pela neta do fundador, Marie-Claude. Mesmo num mundo de fabricação em massa, os frascos de Lalique – que atualmente contêm perfumes próprios – permanecem inimitáveis. A empresa, que também mantém uma linha de peças de cristal, continua a seguir de perto o estilo de René Lalique, ainda que quase a totalidade dos desenhos criados por ele tenha sido destruída durante a 2ª Guerra Mundial.

Emanuel Ungaro Emanuel Maffeolti Ungaro nasceu em Aix-en-Provence, na França, de pais italianos. Sua carreira no mundo da moda começou na alfaiataria da família, onde ficou até 1955. Então, aos 22 anos, Emanuel Ungaro decidiu se mudar para Paris, onde também trabalhou como alfaiate em uma pequena empresa, passando daí para a Maison Balenciaga.

Em 1961, Emanuel Ungaro se transferiu para o salão de André Courrèges, abrindo finalmente seu próprio negócio em 1964. A partir daí, Emanuel Ungaro fez sucesso com suas roupas de corte clássico e estilo contemporâneo. Os vestidos de Emanuel Ungaro eram transparentes de renda, ou de cavas pronunciadas, assim como um terno feminino, mais casacos e blazers, muitas vezes confeccionados por tecidos especiais que levavam a assinatura de Sonja Knapp, sempre tiveram compradoras certas. Em 1968, Emanuel Ungaro passou a produzir também coleções de prêt-à-porter, sob a marca Parallele.

Emanuel Ungaro sempre teve um modo muito especial de criar suas roupas: ele jamais desenhou modelos. Ungaro simplesmente cortava o tecido direto no corpo e ouvindo Beethoven; Emanuel Ungaro também não usava top models em seus desfiles. “Quero que todos olhem para as roupas que estão sendo mostradas\, era uma das famosas frases de Emanuel Ungaro.


Perricone Nicholas Perricone é um grande dermatologista clínico e pesquisador. Um estudante de grande talento que terminou a escola de medicina em apenas três anos e completou sua residênciana Escola de Medicina de Yale.

Dr. Perricone é o descobridor da aplicação tópica do DMAE econsiderado o Pai da Teoria do Envelhecimento por Inflamação. Éautor de três “best sellers”: The Perricone Promise (Warner Books2004), The Perricone Prescription (HarperCollins 2002), and TheWrinkle Cure (Warner Books 1998)

Durante vinte anos de pesquisa dermatológica o Dr. Perriconechegou à conclusão de que a principal causa do envelhecimentoprecoce da pele é a inflamação. A inflamação pode ser causada pormuitos motivos, o sol, poluição, estresse, dieta pobre e outros. Dr. Perricone descobriu que para minimizar essa inflamação efazer com que a pele fique mais jovem temos que seguir umconjunto de ações: uma dieta adequada, o uso de produtostópicos e o uso de suplementos.

Everlast A Everlast surgiu em 1910 como um fabricante de roupas de natação. Expandiu e inaugurou uma pequena loja onde vendia uma linha completa para esportes em geral. Em 1917 iniciou o desenvolvimento de equipamentos de Boxe. No início eram apenas equipamentos que visavam proteger a cabeça do lutador. Posteriormente, passou a desenvolver luvas de Boxe, sendo que logo em seguida um lutador venceu o Campeonato Mundial de Pesos Pesados usando luvas Everlast.

Hoje a Everlast é composta por duas linhas de roupas masculinas e femininas, focadas para o público jovem:
A primeira linha, de moda urbana, é composta por malharia, jeans, camisas, tênis e acessórios. A segunda linha é esportiva, sendo esta direcionada para corrida, fitness, esportes de ação e aventura, além de equipamentos para prática de boxe.

Jacques Bogart Um especialista no mundo das fragrâncias masculinas. Assim podemos definir o grupo Jacques Bogart, que se dedica exclusivamente à criação de perfumes para homens.

O grupo Jacques Bogart foi fundado em 1975 por Jaques Konckler, um fã de cinema que combinou seu nome ao de seu ator preferido, o americano Humphrey Bogart, para batizar sua empresa.

Sua tradição e qualidade, aliados a um preço acessível, são as características que tornaram Jacques Bogart uma das empresas mais bem sucedidas e que vêm apresentando maior crescimento no mundo da perfumaria.

Acqua Di Parma A História de Acqua Di Parma começa em uma pequena fábrica de perfumes em Parma, cidade italiana conhecida por sua tradição cultural.

Em 1916 as fragrâncias masculinas mais conhecidas eram as alemãs, e caracterizavam-se por suas composições intensas, fortes e complexas. Acqua di Parma nasce para romper este contexto: uma nova fragrância inspirada na modernidade.

Já em 1930 a crescente popularidade da colônia levou a um crescimento da produção e desenvolvimento de sua distribuição de uma maneira mais dinâmica. Os anos trinta e cinquenta são descritos como os anos dourados para Acqua di Parma, tornando-se o perfume de uma época rica em charme e glamour. Dentre os seus mais famosos clientes estão atores charmosos tais como: Cary Grant e David Niven, e das eternas sex symbols: Ava Gardner e Lana Turner. Mais tarde Audrey Hepburn, musa do extremo chique, seria uma das estrelas de cinema encantadas pela cativante essência de Acqua di Parma.

Algo muda nos anos sessenta: mesmo sendo representante de uma longa tradição, continuando a fascinar os especialistas em perfume, é considerado como um produto cult e moderno pela alta sociedade.

A renovada popularidade da colônia levou ao lançamento de uma nova gama de produtos carregando o nome da marca Acqua Di Parma. Cada um deles mantém integralmente as características que ao longo do tempo têm contribuído para fazer do nome Acqua Di Parma sinônimo de estilo italiano e elegância – a exclusividade de um número de produção limitada, ingredientes naturais, processo de produção delicado e o cuidado e carinho que leva a produção manual de embalagens e frascos.

A linha completa de Bath and Body (corpo e banho) é suavemente composta com uma distinta fragrância de Acqua di Parma. A coleção foi mais tarde expandida de acordo com as mudanças de tendêndias e crescentes pedidos dos consumidores. Os produtos são criados para uso diário, onde a rotina de limpeza e tratamento da pele se torna uma oportunidade para a sutil luxúria do sabonete com essência, linhas de banho e loções para corpo.

Com seu relacionamento, os nichos estabelecidos no mercado não eram mais apenas sobre perfumes, colônias e produtos para corpo e banho. Acqua di Parma começa a responder ao desafio de providenciar uma resposta moderna para mais clássica demanda do consumidor: gosto, qualidade e marca. Essa evolução natural instituiu Acqua Di Parma como um estilo de vida, ao invés de uma simples fragrância, oferecendo uma coleção de fragrâncias e produtos para casa, personificando e conduzindo a mesma harmoniosa filosofia da empresa.

Em 2003, após quase um século de sua estréia no mundo da perfumaria, Acqua di Parma introduziu uma alternativa a sua inimitável colônia: a Colônia Assoluta – uma interpretação igualmente refinada do frescor cítrico, mas com delicados toques picantes. Uma combinação concetrada de elegância; a expressão essencial da arte italiana de viver, incorporando os valores absolutos de refinamento e atemporalidade tão bem conhecida das pessoas que apreciam Acqua di Parma.

Jacadi Criada há 22 anos, a grife francesa Jacadi, produz roupas infantis confortáveis, sem abrir mão do estilo de bem vestir as crianças.
Jacadi tem uma filosofia única, com estilo e alta qualidade, seguindo tendências atuais que estarão introduzindo o bom gosto através da moda infantil de 0 a 12 anos.
A Jacadi transformou-se em poucos anos numa das principais marcas do mundo.
Possui 350 pontos de vendas espalhados pelos 5 continentes.
No Brasil, desde 1996, a marca mantém o estilo e a filosofia franceses.

Com as versões para bebês, meninas e meninos, Jacadi envolve todos os valores essenciais no universo das fragrâncias: é excepcional, com um rico estilo emocional, original e harmonioso.

Guess A filosofia alto-astral da empresa é transmitida pela sensibilidade de seu design. O estilo GUESS celebra a forma humana, busca inspiração não apenas nos rostos espetaculares que enfeitam as fotos exclusivas da GUESS, mas também – e o mais importante – nos homens e nas mulheres reais que constituem, de fato, sua verdadeira inspiração.

Com um toque de talento internacional, o estilo puramente americano da GUESS tem conseguido manter sua originalidade. Os elementos que compõem o estilo GUESS são definidos pela atenção dada aos detalhes e pela paixão européia pelo corte e caimento. Qualidade e atitude dão à GUESS uma característica única, do estilo casual ao chic urbano. O look da GUESS é clássico, embora inovador, e moderno em todos os sentidos. A cliente GUESS desenvolveu sua própria identidade para a moda e encontrou o equilíbrio entre a fantasia da moda e a realidade da vida. Inteligente e confiante, espirituosa e sofisticada, ciente da força da moda, mas sem ser vítima dela.

Em 1981, a GUESS vendeu seu primeiro jeans para a Bloomingdale’s. Desde então a GUESS cresceu, tornando-se uma das mais respeitadas e influentes marcas do mercado. O que começou como um negócio pequeno, familiar, é hoje uma organização internacional com ações na Bolsa de Valores. Atualmente a GUESS opera com mais de 180 lojas de varejo e fábricas no mercado interno, mais de 1.000 lojas em outras instituições varejistas, vende mercadorias em mais de 70 países e continua sua expansão no novo milênio.

20 anos após seu lançamento, a GUESS ainda continua a desafiar seus altos padrões para manter-se como uma força artística ativa ( no mundo da moda. Na caminhada pelo século XXI, a única coisa que faltava no universo da GUESS era uma fragrância feminina.

A GUESS é conhecida e venerada em todo o mundo. Seus clientes estão sempre prontos a apreciar uma fragrância que represente os valores e a sensibilidade da marca. Assim, a fragrância deve atrair uma vasta clientela nos Estados Unidos e ganhar aceitação internacional, da América do Sul e América do Norte à Ásia, ao Oriente Médio e à Europa.

Eh Cosméticos A empresária Cristiana Arcangeli, há mais de 20 anos no ramo da cosmética, volta ao mercado nacional em grande estilo e lança uma linha completa de produtos para os cabelos, a Éh Cosméticos.
Uma nova forma de cuidar de si mesmo de maneira exclusiva. Um novo conceito, uma questão de atitude, cidadania e afirmação, a marca traduz a expressão do que cada um realmente éh.
A linha éh contém uma fórmula única e exclusiva desenvolvida com agentes suaves de limpeza derivados de óleos naturais nobres, sem petroquímicos ou parabenos.

Seus ativos são 100% vegetais!

Sua fórmula verde balanceada é totalmente isenta de sal e respeita a fisiologia natural do cabelo, permitindo seu uso diário.
Os produtos da linha éh repõem todos os nutrientes perdidos em processos químicos e com fatores externos, resultando num verdadeiro tratamento com performance de produto profissional, à venda no mercado tradicional ao alcance de todos.
Os produtos da linha éh permitem regular a hidratação, aumentando a resistência e elasticidade dos fios. A nova fórmula promove uma secagem rápida, o que diminui os danos causados pelo secador de cabelos.
Nos mais variados tipos e situações a que o cabelo está exposto, a nova linha foi formulada diferente de todas as linhas. Tem uma fragrância exclusiva para cada produto, que agrega atitude, personalidade e glamour.
Em todos os produtos a natureza foi revisitada com variações de coco, raiz forte, chá branco e verde, infusão de massala, suco de lichia, trigo, lima, manga da Índia, vinagre de maçã, noni e camu.

Experimente éh! éh tudo que a sua beleza pode ser!

Lotto Jogando na liderança do esporte, criando produtos para atletas e suas conquistas, aceitando desafios e os superando. Há mais de 30 anos no mercado, Lotto superou vários desafios. Lotto tem o design italiano esportivo e incorpora esse espírito por meio de criatividade, paixão e amor pela vida. Lotto está atrelado ao esporte, da cabeça aos dedos do pé, sem esquecer do coração.

Lotto é Design pela nata capacidade de perceber os sinais da evolução e de se adaptar às mudanças constantes das tendências do mundo fashion. Dinamismo, inovação, qualidade e design da Itália são os pontos fortes desta marca italiana de esporte, que mantém seu foco no Futebol e no Tênis.

Amazonia Viva Um verde imenso… a terra… o rio…

AMAZONIA VIVA, linha de Cosméticos Botânica, um mergulho na Amazônia. Usufruir com responsabilidade das riquezas que a floresta oferece.

Ela nasce após uma pesquisa profunda dos ingredientes ativos botânicos presentes na rica biodiversidade da Floresta Amazônica aliada ao conhecimento cosmético científico e tecnológico de ponta.

Desenvolvida com alta concentração de ativos botânicos da Amazônia trabalhados em sinergia com outros ativos botânicos e formulada com menos produtos sintéticos e sem derivados de petróleo, oferece um produto mais natural, de eficácia excelente aliado a um grande prazer no uso…

Cosméticos AMAZONIA VIVA são desenvolvidos de acordo com padrões internacionais de qualidade.

Ao usar ingredientes da Amazônia renováveis, extraídos de forma sustentável, respeitando aspectos sociais e ecológicos, contribui-se para a valorização da Floresta viva.

Produtos com ativos exclusivamente botânicos ou minerais. Produtos com alta concentração de ativos da Amazônia 100% renováveis. Sem matérias primas derivadas de petróleo. Sem produtos de origem animal. Não testado em animais. Sem adição de corantes.

C.Kamura Conceito

Produtos criados para deixar a mulher mais bonita e, ao mesmo tempo, cuidar da pele antes, durante e após a maquiagem. Formulações que contém ativos importados com efeito comprovado para deixar a pele revitalizada e bonita. Perfeição na cor, através de novas tecnologias presentes em todos os produtos.

Diferenciais:

Fitocosmeticos: toda a linha de tratamento facial, tratamento labial e batons. Os batons e Lash Up contem óleo vegetais;

Fitocosméticos – cosméticos onde são utilizadas substâncias ativas extraídas de vegetais

Reposição de minerais: Mineral Matte (Pó compacto), Sculpting Blush, Eye Color e Translucent Finish (Pó finalizador) ;

Tecnologia Alema nos produtos para olhos.

Produtos micronizados: pós, blushs e sombras. Partículas 20 vezes menores do que as existentes no mercado nacional, promovendo melhor fixação duração e explosão de cor.

Plumping Lip – além da hidratação promove um realce imediato nos labios, proporcionando mais volume e sensualidade;

Up Care com efeito Lifting – Maxima hidratanção: peles normais a seca e peles mistas e oleosas;

Dream Mousse – base mousse com efeito aveludado;

Efeito Soft Focus;

Efeito Mate.

Euroluxe Criada em 1997, é a primeira marca de prestígio com posicionamento de preço acessível e características de uma perfumaria seletiva.Fácil aceitação pelo público com fragrâncias para todos os gostos.Presente em mais de 85 países como Chile, Rússia, Austrália, Malásia e em todo território nacional.

Jacomo A história da marca é ao mesmo tempo original e simples. No final dos anos 60, um americano chamado James Kaplan e um pianista francês, GerardCourtin, juntaram-se para abrir uma loja de couro na famosa 5ª Avenida, em Nova Iorque. Eles deram o nome de JACOMO. “JA” por causa de James, “CO” de Courtin e “MO” fazendo referência ao toque de uma nota musical.Apaixonado pelas artes,Gerard Courtin descobriu a paixão pela perfumaria. Ele doou toda sua devoção a este campo e se superou nesta nova empreitada. Ele imaginou seu primeiro perfume em um frasco inspirado na escultura do Museu de Arte Moderna de Nova Iorque.Eau deC endrée foi sua primeira criação para homens, seguido de seu complemento feminino, Chicane, vendido exclusivamente na butique Jacomo, em Nova Iorque. Uma clientela muito cosmopolita veio procurá-los, até mesmo fora dos Estados Unidos.

Christian Lacroix Quando crescer eu quero ser Christian Dior\ assim disse o menino Christian Lacroix, de apenas três anos, ao seu avô.

Sua vontade de ser estilista de renome se confirmou na juventude com sua personalidade, ousadia e criatividade. Através de amigos Christian Lacroix conheceu Marie Rucki, diretora do lendário estúdio Berçot, de Paris. Marie Rucki era uma reconhecida lançadora de talentos de moda e o aconselhou a não perder mais tempo. Christian Lacroix foi recomendado a Karl Lagerfeld, o todo-poderoso diretor da Chanel.

Christian Lacroix criou acessórios para Guy Paulin e depois passou para a criação de moda da Maison Patou, sua primeira coleção. Em 1986, Christian Lacroix ganhou o seu primeiro Dedal de Ouro, importante distinção para o estilismo francês, feito repetido dois anos depois. Em 1987, Christian Lacroix abriu sua própria empresa e passou a ser consagrado internacionalmente.

Atualmente, Christian Lacroix é um dos mais respeitados estilistas em todo o mundo, fazendo moda para mulheres e homens, além de uma linha de acessórios. Ao criar, Christian Lacroix não esquece das grandes figuras femininas que povoavam sua infância: as ciganas e suas avós. As ciganas com suas saias de panos coloridos e esvoaçantes a sofisticação da avó materna e a elegância classica de avó paterna.


Jean Patou Jean Patou nasceu na região francesa da Normandia. Um dos maiores criadores de moda do século 20, Jean Patou foi influenciado primeiramente pela família. Seu pai tinha um importante curtume da época, e o tio era dono de uma peleteria, onde Patou começou a trabalhar em 1907.

Cinco anos depois, ele abria seu primeiro salão em Paris, a Maison Parry, com roupas que fizeram sucesso imediato.

Em 1919, já com a sua marca, Jean Patou conquistou uma grande clientela de atrizes famosas (Louise Brooks, Constance Bennett, entre outras) que vestiam suas criações com saias em forma de sino, com cintura alta, no estilo pastora, às vezes bordadas com desenhos típicos russos.

Nos anos 20 as mulheres descobriam que podiam ter uma vida muito mais ativa. A resposta a essa percepção foi a abertura de diversas casas Patou, em cidades como Monte Carlo, Biarritz, Deauville e Veneza. A grife Patou era consumida internacionalmente, e seu sucesso se baseava na grande classe de suas roupas, aliada a uma simplicidade de extrema elegância.

Jean Patou foi um inovador como poucos estilistas conseguiram ser. Patou renovou a malharia da época, assim como a roupa de praia. Ele levou manequins norte-americanas de alta estatura para desfilar suas coleções, o que não era hábito na época.

Patou também teve a sensibilidade de perceber que seu trabalho se beneficiaria se ele se preocupasse em usar tecidos cada vez mais adaptáveis aos modelos que queria criar. Assim, Jean Patou também desenvolveu pesquisa de tecidos junto às indústrias Bianchini-Férier, famosa na época pela criação do crepe georgete, e Rodier, buscando soluções cada vez melhores para suas roupas esportivas e trajes de banho.

Em 1929, Patou lançou a linha Princesa, composta por vestidos de cintura alta, em um estilo que atravessou o século com seguidoras fiéis. A casa Patou existe até hoje, e continua a ter uma produção de muita qualidade em diversos produtos.

Jesus Del Pozo J. Del Pozo iniciou suas atividades no mundo fashion em 1974, quando inaugurou em Madri sua loja de moda masculina. No ano de 1980 ele criou sua primeira coleção prêt-á-porter feminina. E em 1997, o estilista lançou em Tókio, Kioto, Kobe, Osaka e Nara, no Japão, seus mais recentes modelos. Jesús del Pozo é como uma figura chave na moda espanhola. Sua preocupação com a profissionalização do setor de design de moda levou-o a criar, em 1999, a Associação dos Criadores de Moda Espanhola, da qual foi presidente até dezembro de 2000.

Além de suas atividades com moda e fragrâncias, seu currículo inclui o design de óculos, jóias, relógios, uniformes, figurinos para balé e teatro.

Destacando-se a confecção de 400 trajes, jóias e sapatos para a produção de Carmem de Georges Bizet no Teatro Real de Madri, em 1999.

Finalizando, encontre todas as marcas na Sacks ou no Perfumes na Web

www.perfumesnaweb.com.br

www.sacks.com.br/site/main.asp?idparceria=1940



5 Responses to “Marcas de Perfumes – História e indicações”

  1. 1 ADILSON

    GOSTARIA QUE ME INDICASSEM UM PERFUME A BASE DE COURO, POIS AMO PERFUMES COM CHEIRO DE TABACO E AINDA NAO CONSEGUI LOCALIZAR UM NA INTERNET SEM SABER O NOME. OBRIGADO

  2. 2 Junia M. Horta

    Gostaria que me informassem de quem (criador) é o perfume Bandit e Casablanca.
    Obrigada.

  3. 3 Barbara

    Olá vim aqui pedir sua ajuda para tentar identificar um perfume que ganhei creio que em 2000 do meu avô. Era da marca ulric de varens, lembro da marca e da embalagem que era verde escura com um perfume desenhado em dourado. ja entrei no site e não vejo a embalagem, creio que renovaram. Você sabe algum site onde eu posso ver embalagens antigas de perfumes dessa marca? Como meu avô faleceu recentemente gostaria de econtrar esse perfume pois foi algo que gostei muito e me faz lembrar dele e do dia em que ganhei.

    Grata

  4. 4 Carla

    Gostaria de saber o nome de um perfume feminino antigo da Cacharel que tem a embalagem xadrez e se ainda é comercializado.

  5. 5 Regina

    Gente por favor me ajudem…. Preciso saber onde encontrar o Perfume Charlie Original da Revlon. Há anos eu uso esse perfume e agora há 08 meses não consigo encontrar em lugar algum.. Tenho pesquisado sem parar, prá ver se o encontro, mas sem sucesso. Se puderem me ajudar serei eternamente grata. Sinceramente ainda não consigo me imaginar sem o meu perfume, porque ele se tornou ao longo desses anos a minha marca pessoal.
    Abraços.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: